RMR

Olinda proíbe música ao vivo e uso de som mecânico no Sítio Histórico aos finais de semana

O decreto vale para estabelecimentos comerciais, em especial para bares e restaurantes que ficam nas ruas e áreas externas de residências

Sítio Histórico de OlindaSítio Histórico de Olinda - Foto: Alfeu Tavares

A Prefeitura da cidade de Olinda, na Região Metropolitana do Recife, proibiu, por meio do decreto 014/2022, a realização de apresentações musicais ao vivo e vetou o uso de equipamentos de som mecânico no Sítio Histórico durante os fins de semana.

A decisão, anunciada nessa quinta-feira (3), foi assinada pelo prefeito da cidade, Professor Lupércio. Segundo a gestão, a medida tem a finalidade de evitar aglomerações e reduzir o contágio de Covid-19 e Influenza.

O decreto vale para estabelecimentos comerciais, em especial para bares e restaurantes que ficam nas ruas e áreas externas de residências do local. 
 

Segundo o documento, caberá aos órgãos da administração direta da prefeitura, em especial a Secretaria Executiva de Controle Urbano, Secretaria de Patrimônio, Cultura e Turismo, Secretaria de Segurança Cidadã e Secretaria de Mobilidade Urbana, a realização de trabalho educativo

Os fiscais poderão recolher equipamentos e materiais que estiverem sendo utilizados para burlar o decreto, inclusive caixas de som mecânico e eletrônico, mesas de som, microfones e instrumentos musicaisMultas poderão ser aplicadas pela fiscalização.

A proibição já está em vigor e vai continuar valendo até nova orientação das autoridades sanitárias sobre o avanço do contágio em decorrência da pandemia da Covid-19 e da H3N2.

No último domingoo (30), centenas de pessoas desrespeitaram normas sanitárias, gerando aglomeração nas ladeiras de Olinda. A Polícia Militar de Pernambuco precisou ser acionada para realizar a dispersão da população. 

Veja também

Inscrições abertas para a terceira edição do programa Meu Diploma do Ensino Médio
CAPACITAÇÃO

Inscrições abertas para a terceira edição do programa Meu Diploma do Ensino Médio

Febre Oropouche: conheça os sintomas da doença que teve 1º caso confirmado no Rio de Janeiro
rio de janeiro

Febre Oropouche: conheça os sintomas da doença que teve 1º caso confirmado no Rio de Janeiro