A-A+

Olinda registra maior volume de chuva e tem deslizamento de barreira

Olinda obteve o maior acumulado de chuvas, com 91 mm

Alagamento na av. Joaquim Nabuco no bairro Varadouro em OlindAlagamento na av. Joaquim Nabuco no bairro Varadouro em Olind - Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

As chuvas fortes em grande parte de Pernambuco na manhã desta sexta-feira (12) caíram em maior quantidade em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. O município obteve o maior acumulado de chuvas, com 91 mm, e registrou, até o início desta tarde, pelo menos o desabamento de uma barreira, no bairro de Sapucaia de Dentro. Não houve feridos. A Região Metropolitana, as Zonas da Mata Norte e Sul e o Agreste têm possibilidade de chuvas até o próximo domingo (14).

O Recife, que sofreu com vários alagamentos, obteve um total de chuvas de 74,3 mm - a quantidade corresponde a uma semana de chuvas em relação à média histórica. A previsão para o final de semana na capital pernambucana é de chuva fraca e moderada no sábado (13) ao longo do dia, e chuvas fracas na madrugada e início da manhã no domingo (14). A classificação das chuvas, segundo o meteorologista Fabiano Prestrelo, da  Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), varia de acordo com os milímetros, sendo 20 para chuvas fracas e até 40 mm para moderadas.

Leia também:
Centro do Recife sofre com alagamentos; veja fotos
Apac prevê chuvas intensas na RMR até o final da manhã desta sexta


Na Av. Joaquim Nabuco, no bairro do Varadouro, em Olinda, a água invadiu estabelecimentos e casas de vários moradores. A casa de Joselma Dias, que mora no local há mais de 30 anos, foi uma das afetadas. Ela disse que sempre que chove a situação é a mesma. “O prejuízo é grande porque acabo perdendo os móveis. A água já se espalhou pela cozinha e pela sala, e já perdi as contas de quantas vezes isso já aconteceu”, afirmou.

Trânsito
Motoristas que trafegavam pelas principais avenidas de Olinda tiveram dificuldades de circular por causa das chuvas. A via que dá acesso ao bairro do Varadouro estava, no fim da manhã, bloqueada, e os motoristas eram orientados pelos agentes de trânsito a desviarem pela PE-15.

Comitê
A Defesa Civil de Olinda informou que montou um comitê com sete técnicos para receber as demandas que chegarão em decorrência das fortes chuvas. Seis equipes foram mobilizadas e deverão atuar nos pontos que são considerados de risco na cidade. O Alto da Bondade e Sapucaia de Dentro são alguns dos bairros que receberão os técnicos.  As equipes realizarão o trabalho de colocação de lonas, poda, limpeza e drenagem. 

 A Defesa Civil  recomenda que os moradores das áreas de risco, deixem as casas e busquem abrigo nas casas de parentes em locais seguros. A população pode acionar o órgão através do 0800.281.2112 ou pelo celular 9 9266-5307. O contato pode ser feito também pelo Whatsapp

Veja também

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet
Conexão

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet

SP atribui causa da morte de adolescente vacinada à doença autoimune
Vacinação em adolescentes

SP atribui causa da morte de adolescente vacinada à doença autoimune