Pandemia

OMS aconselha teste de detecção de Covid-19 em escolas para evitar ensino remoto

Recomendação é válida para a Europa

Proteção com máscara em criançaProteção com máscara em criança - Foto: Ketut Subiyanto/ Pexels

Em caso de um aumento dos casos de Covid-19, seria conveniente realizar testes de PCR e de antígenos nas escolas para se evitar recorrer, mais uma vez, ao ensino a distância - afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS) para a Europa, nesta sexta-feira (2).
 
"Os meses de verão apresentam aos governos uma oportunidade de ouro para pôr em prática um conjunto de medidas que contribuirão para reduzir as taxas de contágio e evitar recorrer ao fechamento das escolas", disse o diretor da OMS para a Europa, Hans Kluge.


Em comunicado conjunto com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), ele considerou que o fechamento das escolas teve "um efeito nefasto na educação e no bem-estar social e mental das nossas crianças e jovens".
 
Até o momento, testes de detecção no ambiente escolar eram aconselhados em caso de surto no estabelecimento. Agora, a OMS estima que podem ser usados mesmo que não haja sintomas entre alunos e funcionários.
 
"Não podemos permitir que a pandemia prive as crianças de sua educação e de seu desenvolvimento", frisou Kluge, que, em diferentes ocasiões, pediu aos governos dos 53 territórios que compõem a região Europa da OMS que lutem para evitar que os estudantes percam seus laços com a escola, devido ao ensino a distância. 
 
Para as instituições da ONU, o fechamento das instituições escolares deve ser considerado apenas como último recurso, se houver "uma explosão de casos, ou a transmissão na comunidade não puder ser controlada com outra medida".

Veja também

Pais de atirador em escola dos EUA se declaram inocentesTIROTEIO

Pais de atirador em escola dos EUA se declaram inocentes

Ministério da Saúde oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo BrasilOPORTUNIDADE

Ministério da Saúde oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil