Coronavírus

OMS considera que China dispõe de mais dados sobre origem da Covid

Três anos após o surgimento da Covid-19, os debates sobre as origens da pandemia continuam

Vírus da Covid-19Vírus da Covid-19 - Foto: Pixabay

A China dispõe de dados científicos suplementares que permitiriam entender melhor as origens da Covid-19, assegurou, nesta quinta-feira (6), a Organização Mundial de Saúde (OMS), em um novo pedido por mais transparência do gigante asiático sobre esta questão.

"Sem um acesso completo às informações de que a China dispõe (...) todas as hipóteses (sobre a origem do coronavírus) seguem sobre a mesa. É a posição da OMS e, por esse motivo, pedimos à China que coopere", disse Tedros Adhanon, diretor-geral dessa agência da ONU, durante uma coletiva de imprensa em Genebra. "Se cooperarem, saberemos o que aconteceu e como começou", acrescentou.

"Sabemos que (a China) dispõe de informações suplementares e necessitamos que os cientistas, os profissionais da saúde pública e os governos compartilhem essas informações. Não é um jogo", afirmou a doutora Maria Van Kerkhove, que dirige a luta contra a Covid-19 na OMS, durante a mesma coletiva.

Três anos após o surgimento da Covid-19, os debates sobre as origens da pandemia continuam. A maior parte da comunidade científica considera que o coronavírus surgiu a partir de um animal que o transmitiu para um ser humano, provavelmente no mercado de Huanan na cidade de Wuhan, no centro-oeste da China.

Cientistas e dirigentes americanos, no entanto, defendem a hipótese de uma fuga em um laboratório na mesma localidade do gigante asiático. A China se opõe a esta teoria, porém, por muito tempo, também negou que houvesse animais capazes de transmitir o vírus no mercado de Huanan.

No entanto, segundo novos dados chineses, publicados no final de janeiro e rapidamente suprimidos, há provas moleculares da venda de animais no mercado.

"Tínhamos dúvidas sobre isso, mas agora dispomos da prova", afirmou Van Kerkhove. "Também sabemos que, entre as amostras com um diagnóstico positivo do SARS-Cov-2, havia DNA de animais", acrescentou.

Porém, segundo esta epidemiologista americana, enquanto todos os dados científicos não estiverem disponíveis, não se pode descartar nenhuma hipótese sobre a origem do Covid-19.

Veja também

Rússia afirma que conquistou outra localidade no leste da Ucrânia
guerra na ucrânia

Rússia afirma que conquistou outra localidade no leste da Ucrânia

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como
Segurança Pública

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como

Newsletter