Notícias

OMS diz que coronavírus 'nos acompanhará por muito tempo'

Até o momento, quase 180 mil pessoas morreram por causa do novo coronavírus

Diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom GhebreyesusDiretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus - Foto: Fabrice Coffrini/AFP

O mundo está longe de vencer o novo coronavírus, que causou quase 180.000 mortes, alertou nesta quarta-feira o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

"Não se enganem: ainda temos um longo caminho a percorrer. Esse vírus nos acompanhará por um longo tempo", afirmou em entrevista virtual.

A OMS tomou as decisões corretas quando esse novo coronavírus surgiu na China, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Leia também:
OMS e Unicef alertam que é preciso manter vacinação durante a pandemia
Novo coronavírus permanece no corpo por cerca de 21 dias nos casos graves, diz estudo


"Em retrospectiva, acho que declaramos a emergência no momento oportuno", em 30 de janeiro, considerou o diretor-geral, acusado pelos Estados Unidos de excessiva benevolência em relação a Pequim.

O mundo "teve tempo suficiente para responder" a essa emergência de saúde, disse ele.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Paraguaia é presa com cocaína no Aeroporto de Foz do Iguaçu
Apreensão

Paraguaia é presa com cocaína no Aeroporto de Foz do Iguaçu

Mudança climática ameaça fauna, flora e glaciares nos Pirineus
clima

Mudança climática ameaça fauna, flora e glaciares nos Pirineus