OMS diz que coronavírus 'nos acompanhará por muito tempo'

Até o momento, quase 180 mil pessoas morreram por causa do novo coronavírus

Diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom GhebreyesusDiretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus - Foto: Fabrice Coffrini/AFP

O mundo está longe de vencer o novo coronavírus, que causou quase 180.000 mortes, alertou nesta quarta-feira o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

"Não se enganem: ainda temos um longo caminho a percorrer. Esse vírus nos acompanhará por um longo tempo", afirmou em entrevista virtual.

A OMS tomou as decisões corretas quando esse novo coronavírus surgiu na China, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Leia também:
OMS e Unicef alertam que é preciso manter vacinação durante a pandemia
Novo coronavírus permanece no corpo por cerca de 21 dias nos casos graves, diz estudo


"Em retrospectiva, acho que declaramos a emergência no momento oportuno", em 30 de janeiro, considerou o diretor-geral, acusado pelos Estados Unidos de excessiva benevolência em relação a Pequim.

O mundo "teve tempo suficiente para responder" a essa emergência de saúde, disse ele.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Curso aprimora habilidade de idosos para identificar fake news
Educação

Curso aprimora habilidade de idosos para identificar fake news

Polícia Rodoviária: homem é detido com 22,9 Kg de maconha após fuga em Sertânia
PRF

Polícia Rodoviária: homem é detido com 22,9 Kg de maconha após fuga em Sertânia