Coronavírus

OMS pede aos governos que atuem para eliminar o vírus

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMSTedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS - Foto: Fabrice Coffrini/AFP

O diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu nesta segunda-feira a governos e cidadãos que façam todo o possível para eliminar a transmissão do coronavírus, que provocou quase 750.000 mortes no planeta. "Esta semana se espera que alcancemos 20 milhões de casos registrados de Covid-19 e 750.000 mortos. Por trás das estatísticas há muita dor, sofrimento", declarou em uma entrevista coletiva on-line.  

"Muitos de vocês estão de luto, este é um momento difícil para o mundo. Mas quero ser claro, há esperança e (...) nunca é tarde demais para reverter a epidemia. Mas para isso, os governantes devem mobilizar-se para atuar e os cidadãos devem adotar novas medidas", disse.

"Minha mensagem é clara: eliminar, eliminar, eliminar o vírus. Se eliminamos o vírus de maneira eficaz, podemos abrir as empresas com toda segurança", insistiu, ao citar vários países cujos esforços deram resultados.  "Alguns países da região do Mekong, a Nova Zelândia, Ruanda e muitos Estados insulares do Caribe e do Pacífico foram capazes de eliminar o vírus rapidamente", afirmou.

A Nova Zelândia, que superou no domingo a barreira de 100 dias sem nenhum contágio "é considerada um exemplo mundial". Também elogiou "o progresso de Ruanda" devido, em suas palavras, a "uma combinação de liderança forte, cobertura de saúde universal, profissionais da saúde bem apoiados e comunicações claras em termos de saúde pública". Também elogiou a ação rápida de alguns países europeus como a Grã-Bretanha, que reforçou o confinamento de zonas da Inglaterra, ou a França, que determinou o uso obrigatório de máscaras em espaços muito frequentados de Paris.

Veja também

Brasil supera 4,5 milhões de infectados pelo novo coronavírus
Coronavírus

Brasil supera 4,5 milhões de infectados pelo novo coronavírus

Autoridades dos EUA interceptam envelope evenenado endereçado à Casa Branca
Mundo

Autoridades dos EUA interceptam envelope evenenado endereçado à Casa Branca