ONG lança canal para tirar dúvidas sobre direitos reprodutivos da mulher

Com foco nos riscos do vírus Zika para gestantes e mulheres férteis, serviço é inédito no Brasil

Será lançada nesta terça-feira (7) a segunda fase da campanha “Em tempos de Zika, proteção e cuidado começam por informar a mulher sobre seus direitos reprodutivos”, promovida pela ONG feminista Curumim. Agora, o grupo disponibiliza um número de telefone para ligações e mensagens no Whatsapp, com o objetivo de esclarecer dúvidas da população afetada pelo vírus Zika e informar as mulheres sobre métodos contraceptivos e orientações durante a gravidez.

O serviço é inédito no Brasil e pode atendar a população de todo o País. Por meio do número (81)9 8580 7506, as pessoas podem entrar em contato com a equipe das 14h às 18h, de segunda à sexta.

“Nosso foco são as mulheres em idade fértil, mas homens que tiveram o vírus zika também podem transmitir o vírus sexualmente, e precisam estar cientes” disse a secretária colegiada da ONG, Paula Viana.

Veja também

Twitter marca postagem de Eduardo Bolsonaro por informação enganosa sobre a Covid-19
Redes Sociais

Twitter marca postagem de Eduardo Bolsonaro por informação enganosa sobre a Covid-19

Pausa no uso da vacina Johnson & Johnson altera planos da Europa e dos EUA
Vacina

Pausa no uso da vacina Johnson & Johnson altera planos da Europa e dos EUA