Notícias

Ônibus já circulam com aumento de 6,28% na tarifa

Quem usa o anel A e gastava, por mês, R$ 123,20 para ida e volta, por exemplo, passa a ter que desembolsar R$ 140,80

Prefeito Geraldo Julio entregou nesta terça (21), a unidade de saúde totalmente requalificada Prefeito Geraldo Julio entregou nesta terça (21), a unidade de saúde totalmente requalificada  - Foto: Andrea Rego Barros / PCR

O reajuste de 14,26% na tarifa de ônibus está em vigor desde a 0h. Por ser domingo, todos os usuários contam com o benefício da meia-passagem, que, para os anéis A, D e G, é de R$ 1,60, e para o B, de R$ 2,20. Já nesta segunda-feira (16) e nos demais dias úteis, quem não tem direito à gratuidade ou ao desconto de 50% - caso de estudantes, idosos e pessoas com deficiência – terá que arcar com o valor inteiro. O anel A subiu de R$ 2,80 para R$ 3,20, o B, de R$ 3,85 para R$ 4,40, o D, de R$ 3 para R$ 3,45, e o G, de R$ 1,85 para R$ 2,10.

O aumento acima da inflação do período, de 6,28%, vai castigar, sobretudo, a população assalariada que não tem alternativa ao transporte público. Quem usa o anel A e gastava, por mês, R$ 123,20 para ida e volta, por exemplo, passa a ter que desembolsar R$ 140,80. No anel B, esse custo sai de R$ 169,40 para R$ 193,60.

Nas ruas, passageiros já reclamam sentir o peso do aumento. “Como não estava muito antenada nesse assunto, acabei sendo pega de surpresa. Já saí hoje cedo e agora estou voltando. É um aumento que vai pesar no fim do mês”, contou a autônoma Ana Paula Oliveira, que seguiria do Centro do Recife para o Terminal Integrado de Camaragibe e, de lá, para São Lourenço da Mata.

O reajuste foi definido na última sexta-feira (13), em reunião do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM), e homologado pela Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe) em publicação no Diário Oficial do Estado do sábado (14). O índice do realinhamento tarifário foi bem acima da inflação acumulada nos últimos 12 meses, que fechou em 6,28%. 

Como meta, o Grande Recife Consórcio de Transporte estabeleceu que, até o fim do ano, as empresas de ônibus terão que renovar 467 veículos da frota. Esses coletivos estão com a vida útil acima do que prevê a gestão do sistema – sete para ônibus do tipo padrão, e dez para ônibus articulados. Além disso, até agosto, todos os 2,8 mil ônibus terão que contar com quatro câmeras de alta resolução com o intuito de facilitar a ação das polícias no combate a assaltos dentro do transporte público.

Veja também

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'
Estados Unidos

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU
Repressão a uigures

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU