Ônibus: passageiros reclamam de demora e superlotação nesta segunda

Apesar da promessa de 100% da frota nas ruas, passageiros informaram que demoraram mais de 1h para conseguir entrar em um ônibus

No Terminal de Pelópidas, passageiros enfrentam mais um dia de transtornosNo Terminal de Pelópidas, passageiros enfrentam mais um dia de transtornos - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Apesar do governador Paulo Câmara garantir, no último domingo (27), 100% da frota dos ônibus circulando pelas ruas nesta segunda-feira (28), os passageiros relataram que sentiram dificuldades para chegar ao trabalho nesta manhã. Em horário de pico, os usuários do transporte coletivo que estavam no Terminal Integrado da PE-15, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, informaram que demoraram mais de 1h para conseguir entrar em um ônibus.

"Hoje tá igual a sexta. Não tem 100% dos ônibus, não. Vim de Igarassu e demorei 1h para pegar meu ônibus", disparou a auxiliar administrativo Debora Malta. Vlau Borges, que trabalha em Jaboatão dos Guararapes, relatou a mesma dificuldade. "Vim de Igarassu e para chegar aqui, no Terminal Integrado de PE-15, demorei 1h40 para pegar meu ônibus", comentou a passageira. Ela, que trabalha em Jaboatão dos Guararapes, garantiu que, em dias normais, já estaria chegando no serviço.

Leia também:
Paulo Câmara promete 100% da frota de ônibus e mais força policial para desbloquear estradas
Veja como foi o sétimo dia de greve dos caminhoneiros


O motorista, que preferiu não se identificar, de um ônibus que fazia a linha Joana Bezerra/PE-15 informou que há, apenas, 50% da frota nas ruas. "Hoje tá sendo cumprido o plano de sábado", relatou. Em frente ao Terminal Integrado da PE-15, um carro de som tocava o hino nacional do Brasil.

   Terminal de Pelópidas

No Terminal Integrado Pelópidas Silveira, que fica localizado em Paulista e é o TI mais movimentado da RMR, a situação é a mesma. A telemarketing Nataly dos Ramos, que está grávida de oito meses, informou que só conseguiu chegar ao local porque pegou uma kombi.

"Cheguei na parada e não consegui pegar meu ônibus. Passaram dois ônibus da linha Pau Amarelo lotados. Pra não demorar mais, preferi pegar uma kombi. Aqui, no TI, ainda não consegui pegar o ônibus pra chegar ao trabalho. Quando os ônibus param, todo mundo corre e fica tumultuado. Disseram que hoje é 100%, mas até agora nada", relatou a telemarketing. Em frente ao TI Pelópidas Silveira também é possível ver um carro de som tocando o hino nacional do Brasil.

   Sindicato nega 100% da frota nas ruas

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Benílson Custódio, afirmou que houve uma falta de entrosamento na comunicação entre o governo e outras autoridades e instituições. "No domingo, o prefeito de Olinda [Lupércio] afirmou não ter aula na segunda, assim como o de Jaboatão [Anderson Ferreira] e as universidades. Como as empresas vão pôr frota de 100% se estão em plano de férias? O abastecimento ainda não foi totalmente normalizado", disse.

"As empresas já informavam desde o domingo que o quantitativo seria cerca de 70%. O BRT está funcionando em plano de domingo, de 40%", acrescentou Benílson. "A população vai para a rua confiando no que foi dito pelo governado e não tem quantidade suficiente para transportar todo mundo. Deve haver um aumento no horário de pico no fim da tarde", finalizou.

Veja também

Eficácia da vacina anticovid da Moderna cai ligeiramente para 90% em teste nos EUA
Coronavírus

Eficácia da vacina anticovid da Moderna cai ligeiramente para 90% em teste nos EUA

Câmara aprova que medidas protetivas sejam registradas pela polícia
Proteção à mulher

Câmara aprova que medidas protetivas sejam registradas pela polícia