Operação da PF destrói mais de 4.500 pés de maconha no Sertão

A operação, que aconteceu no último domingo (8), foi realizada em três plantios na zona rural da cidade de Orobó, no sertão

Pés de maconha foram incinerados em OrobóPés de maconha foram incinerados em Orobó - Foto: Divulgação / PF

Uma operação da Polícia Federal (PF) e da Polícia Militar (PM) destruiu 4.561 pés de maconha e 400 mudas da planta no município de Orocó, no sertão pernambucano. A operação, que aconteceu no último domingo (8), foi realizada em três plantios na zona rural da cidade. De acordo com a PF, caso as plantas fossem transformadas em drogas, poderiam ser feitos cerca de uma tonelada e 500 quilos da droga.

Segundo a Polícia Federal, o ciclo produtivo da cannabis é acompanhado por profissionais responsáveis por erradicar as plantações, evitando a colheita e o processo de transformação da planta na droga. De acordo com Giovani Santoro, chefe de comunicação da PF, as plantações às margens do rio São Francisco foram alvos de buscas prévias e, posteriormente, foram realizadas as incinerações.

Leia também:
PM apreende quase uma tonelada de maconha em Floresta
Dupla é presa com 10 kg de droga dentro de TV no Rabo da Lacraia
Polícia apreende 200 kg de maconha em Gravatá

As ações da PF precedem a deflagração da operação Facheiro VI, que deve agir no combate à produção de drogas no sertão pernambucano. Segundo Giovani, o plantio de maconha costuma ser feito em terrenos improdutivos do Governo Federal. Se a propriedade for privada, o dono pode ser indiciado e perder o terreno.

Veja também

Classes mais altas têm maior potencial de contaminação em repique de casos, diz infectologista
Coronavírus

Classes mais altas têm maior potencial de contaminação em repique de casos, diz infectologista

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria
internacional

Protestos contra violência policial deixam 56 mortos e fecham escolas na Nigéria