Operação Imhotep cumpre mandados de prisão preventiva em Goiana e Petrolina

Os suspeitos foram detidos com a alegação da prática de crimes contra a administração pública, Lei de Licitações e falsidade ideológica

Líder do PT no Senado, Humberto Costa, também assinou a nota oficial do partidoLíder do PT no Senado, Humberto Costa, também assinou a nota oficial do partido - Foto: Roberto Stuckert Filho

A Operção Imhotep, realizada pelo Polícia Civil de Pernambuco, cumpriu três dos cinco mandados de prisão preventiva e seis dos sete mandados de busca e apreensão nas cidades de Goiana e Petrolina, na Zona da Mata e Sertão do Estado, respectivamente. As detenções ocorreram na tarde desta terça-feira (27). De acordo com a PCPE, os suspeitos foram detidos com a alegação da prática de crimes contra a administração Pública, Lei de Licitações e falsidade ideológica.

Essa foi a 41ª Operação de Repressão Qualificada deste ano, cujos crimes foram perpetrados por servidores comissionados da prefeitura de Goiana, empresários, dois arquitetos e um engenheiro.

Foram presos a arquiteta Marie Gabrielli Alves de Souza Mendes, o arquiteto Josielson Roque de Jesus e a cunhada de Josielson, a professora Maria do Socorro. Ainda estão sendo procurados a secretária de Urbanismo, Obras e Patrimônio Arquitetônico de Goiana, Marlize Mainardes, e o engenheiro civil Adjair Costa Leite Jr.

As investigações estavam sendo realizadas há seis meses e foram presididas pelo Delegado Thiago Uchoa, titular da Delegacia da 44º Circunscrição, com o suporte da Diretoria de Inteligência (Dintel) da PCPE.

Maiores detalhes da operação serão divulgados durante esta quarta-feira (28), às 9h, no auditório do Depatri com os delegados Nehemias Falcão, Pablo de Carvalho e Thiago Uchôa, quando acontecerá a apresentação do caso.

Veja também

Senado aprova uso de verbas de saúde por estados e municípios
Saúde

Senado aprova uso de verbas de saúde por estados e municípios

Eficácia da vacina anticovid da Moderna cai ligeiramente para 90% em teste nos EUA
Coronavírus

Eficácia da vacina anticovid da Moderna cai ligeiramente para 90% em teste nos EUA