Opinião

A educação segue a cantiga da perua

MONTANHAS DA JAQUEIRA – A guerra nesta Terra de Vera Cruz, a terra da verdadeira Cruz, é cultural, ideológica e de bate-cabeça, tipo o rock pauleira.  Vocês estão lembrados de quando um expoente da República revelou, orgulhosamente, ser analfabeto de nascença. “Menas a verdade”, ele costumava dizer quando perguntado se já leu algum livro na vida. Sindicalistas vermelhos são alérgicos a carteiras de trabalho. Quando ouvem falar em carteira de trabalho, os bichos ficam se tremendo todo.     
OoO                                                              
Doutores e doutoras, PHDs, gênios, sabichões, quem souber ler e escrever, levante o braço. Beleza! Não me levem a mal, eu perguntei apenas porque a gente sabemos que muitos doutores e intelectuais são analfabetos de nascença. 
OoO
Intelijumência — Mais de 3 milhões de alunos submeteram-se este ano às provas do Exame Nacional do Ensino Médio/Enem, no objetivo de ter acesso ao ensino universitário. Os energúmenos do MEC que elaboram as provas são movidos por dois objetivos perversos: fazer proselitismo de esquerda e massacrar os estudantes com questões de respostas obscuras ou enganadoras. Os jovens são induzidos a engolir a doutrinação para obter alguns pontinhos. O nome disto é desonestidade intelectual. 
OoO                                                              
Uma questão de interpretação de texto, baseada numa letra de música de um compositor baiano do acarajé esquerdista, embrulhou a cabeça do próprio artista, nem ele soube a resposta certa. Os manipuladores do Enem adoram exercer o poder em nome da ideologia do escorpião. Comunista transgênico, Antônio Gramsci preconizou: “Não ocupem quartéis, ocupem escolas; não ataquem blindados, ataquem ideias”. O comunismo é uma bactéria mutante e hoje se chama globalismo.
OoO                                                               
O Brazil ocupa a 52a posição no ranking internacional PISA de educação, fica quase no rabo da gata, abaixo do Irã, Egito e Jordânia. A pesquisa é feita pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico - OCDE. Esses resultados refletem o descaso dos poderes públicos com a Educação, greves e greves, a bagaceira geral. A maioria dos governantes está mais interessada em patrocinar shows milionários com artistas da fuleiragem para entreter a mundiça e rolar as rachadinhas. Fazer o que? Esqueça, isto é Brazil.
OoO                                                                      
O padroeiro da educação, o marxista Paulo Freire, feito São Pedro de Alcântara, padroeiro do Brazil, reina acima das críticas, é considerado intocável. A caterva vermelha rende devoção às suas barbas revolucionárias à moda de Karl Marx. Autor da Pedagogia do Oprimido e dos comprimidos, ele propunha uma “educação libertadora” através da “reflexão crítica”. Qual o legado da Pedagogia do Oprimido para a educação brasileira? Somente lero-lero, blábláblá. E haja proselitismo político. Quem seria o opressor dos comprimidos? O capitalismo malvado. O credo do Enem demoniza o capitalismo e o agronegócio. 
A educação segue o lema da cantiga da perua, de pior a pior. Ainda mais os jovens hoje são vítimas indefesas da doutrinação perversa dos patrulheiros ideológicos do Enem.

Dedico este artigo ao meu colega o filósofo grego Sócrates, autor do pensamento “só sei que nada sei”.

*periodista, escritor e quase poeta     
[email protected] 

 

Veja também

Nas trilhas do desenvolvimento local
OPINIÃO

Nas trilhas do desenvolvimento local

Além das águas de março
OPINIÃO

Além das águas de março