OPINIÃO

Implantes hormonais e a saúde da mulher

Mulheres com endometriose, adenomiose, fluxo menstrual excessivo, sintomas fortes da tensão pré-menstrual (TPM) ou que carecem de reposição hormonal em razão da menopausa, têm um aliado importante no tratamento dessas patologias: o implante hormonal subcutâneo. O método ainda encontra muita resistência de alguns colegas da medicina, mas já é utilizado no Brasil e no mundo há várias décadas com resultados muito expressivos no que diz respeito ao progresso na qualidade de vida da mulher durante o tratamento. 

O implante de gestrinona consiste na implantação de um chip de silicone inserido, normalmente, na região glútea, e é, na verdade, apenas mais uma opção de tratamento para condições ginecológicas que afligem o dia a dia das mulheres, alterando não só a sua condição física, mas também psicológica, visto que disfunções no nosso corpo que provoquem dores e desconfortos acabam desencadeando distúrbios do sono, além de atrapalhar na execução de atividades rotineiras.

Alguns dos benefícios apresentados pelas usuárias do implante são: alívio dos sintomas pré-menstruais, aumento da libido, e redução de incômodos causados pela endometriose e pela menopausa. Entretanto, não são todas as mulheres que podem fazer uso do chip. É importante que uma avaliação seja feita previamente pelo ginecologista para que seja verificado se o uso do dispositivo é viável ou não.

O implante não é definitivo e após inserido precisa de reavaliação para acompanhamento dos resultados. O procedimento de implantação é indolor e realizado com analgesia local. Queda de cabelo e aumento na oleosidade da pele com consequente surgimento de acnes são alguns dos possíveis efeitos colaterais do procedimento. 

Mas o que chama a atenção de muita gente é o ganho de massa magra, a redução da gordura corpórea e a eliminação de celulites que também podem ser observados durante o tratamento. Com este objetivo, a implantação não é recomendada, pois o dispositivo não foi desenvolvido para este fim.

Os implantes hormonais são poderosos aliados das mulheres quando o seu uso é feito de maneira correta, levando em consideração aspectos como idade, peso, nível de sedentarismo, doenças crônicas existentes e histórico familiar, por exemplo. O método é capaz regularizar as  disfunções hormonais, apresentando ganhos incontestáveis ao bem-estar e à saúde da mulher.

* Ginecologista especializada em implantes hormonais no Recife.

 

- Os artigos publicados nesta seção não refletem necessariamente a opinião do jornal. Os textos para este espaço devem ser enviados para o e-mail [email protected] e passam por uma curadoria para possível publicação.

Veja também

Notas sobre feminicídio
OPINIÃO

Notas sobre feminicídio

Para ser verde é preciso agir
OPINIÃO

Para ser verde é preciso agir