Ordem de serviço da Adutora de Serro Azul deve ser assinada em março

Construção deve levar água para dez cidades no Agreste do Estado

Barragem de Serro AzulBarragem de Serro Azul - Foto: Divulgação/Compesa

A Adutora de Serro Azul, que deve beneficiar dez cidades do Agreste de Pernambuco, pode estar perto de sair do papel. Segundo as projeções da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a ordem de construção deve ser assinada neste mês de março pelo Governo do Estado.

Leia também:
Paulo Câmara negocia com ministro liberação de recursos para adutora do Agreste
Adutora de Serro Azul desmatará área de preservação ambiental


O empreendimento deverá alcançar dez cidades da região, que sofre por longos períodos de seca, e distribuir água para cerca de 800 mil pessoas. Os projetos da adutora pretendem transportar 500 litros de água por segundo da barragem de Serro Azul, localizada em Palmares, na Zona da Mata Sul, num total de 58 quilômetros de extensão.

As obras estão estimadas em R$ 200 milhões e 18 meses para a conclusão a partir da data de assinatura da ordem de serviço. Além da adutora, serão construídas quatro estações elevatórias de bombeamento e um reservatório com capacidade para 4,5 mil metros cúbicos de água.

Os municípios de Gravatá, Caruaru, Bezerros, São Caetano, Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó, São Bento do Una, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, que têm dificuldades de abastecimento desde o colapso da Barragem de Jucazinho em setembro de 2016, serão diretamente beneficiados pela nova adutora, a fim de minimizar os efeitos da crise hídrica no estado.

Veja também

Incêndio violento na Califórnia deixa 60 mil evacuados
EUA

Incêndio violento na Califórnia deixa 60 mil evacuados

Fernando de Noronha registra mais duas confirmações da Covid-19, uma comunitária
Fernando de Noronha

Fernando de Noronha registra mais duas confirmações da Covid-19, uma comunitária