saúde

Os 7 alimentos que devem ser evitados por quem tem dificuldade de dormir

Cientistas analisaram as respostas de questionários sobre padrões de sono de mais de 38 mil adultos

Alimentos ultraprocessadosAlimentos ultraprocessados - Foto: Freepik

Pesquisa realizada pela Universidade Sorbonne Paris Nord, na França, afirma que a insônia crônica pode ter relação com alimentos ultraprocessados. Os cientistas analisaram as respostas de questionários sobre padrões de sono de mais de 38 mil adultos. Eles preencheram um registro alimentar de 24 horas a cada seis meses.

Em média, os participantes relataram que, de toda a dieta, 16% dos alimentos eram ultraprocessados. 19,4% dos participantes relataram ter insônia crônica. Na segunda etapa do levantamento, as pesquisadoras fizeram um acompanhamento do grupo e descobriram que cada aumento de 10% de alimentos ultraprocessados na dieta, maior era o risco de insônia.

A pesquisa considerou alimentos ultraprocessados como aqueles que usam muitos ingredientes, inclusive aditivo para melhorar o sabor, matérias processadas (gorduras hidrogenadas, etc), ingredientes raramente usados na cozinha doméstica, como proteína de soja e alimentos de origem industrial, caracterizados por terem sabor que agrada ao consumidor e que podem ser armazenados por muito tempo.

“Os distúrbios do sono e a insônia representam grandes desafios de saúde pública, dadas as complicações de saúde que acarretam. Eles são associados à ansiedade e à depressão, mas também a distúrbios físicos. A compreensão dos distúrbios do sono parece, portanto, essencial para desenvolver estratégias de prevenção bem direcionadas”, escreveram os pesquisadores.

Veja a lista de alimentos que podem atrapalhar o sono:

Refrigerantes

Salgadinhos de pacote

Molhos prontos

Macarrão instantâneo

Embutidos

Misturas para bolo

Pães de forma

Veja também

Meninas de 8 e 6 anos morrem de Chikungunya e dengue em Pernambuco
ARBOVIROSES

Meninas de 8 e 6 anos morrem de Chikungunya e dengue em Pernambuco

Formato das unhas pode dizer muito sobre sua saúde; entenda
ciÊncia

Formato das unhas pode dizer muito sobre sua saúde; entenda

Newsletter