Os cuidados e os produtos essenciais à pele aos 30 anos

Fábia Valente dá dicas ao RJ de como manter uma pele com viço

Shot Sertanejo celebra 5 anos de sucessoShot Sertanejo celebra 5 anos de sucesso - Foto: Divulgação

Com o avanço diário da tecnologia, que tem soluções para quase todos os problemas, cuidar da pele e do próprio corpo nunca foi tão fácil. Porém, ninguém escapa das marcas do tempo. Rugas, flacidez, manchas e desidratação são alguns dos pesadelos que começam a se acentuar a partir dos 30 anos. Nesta fase, a depender da genética, é natural perder o viço, a elasticidade e o colágeno da pele. O RJ conversou com a dermatologista Fábia Valente, que tem boas notícias para dar: é possível, sim, retardar os efeitos do tempo na pele, desde que se tenha rituais básicos e ‘sagrados’ diariamente.

Confira:

O que muda aos 30 anos?

A pele começa a sentir o peso do tempo. Diminui a fabricação de colágeno e elastina, que compõem cerca de 30% da proteína de nosso corpo. Apesar disso, o efeito dessa mudança depende muito da composição celular. Sabe aquelas pessoas que têm 30 com rostinho de 20?Pronto, isso é a herança genética, e, de fato, vai depender de cada organismo.

Quais consequências do envelhecimento da pele?

Inicialmente, uma frequente falta de hidratação, perda do viço, principalmente no contorno dos olhos. Por conta do nosso clima quente, o rosto é o maior prejudicado: surgem as primeiras rugas, as manchas escuras, especialmente nas mulheres. Isso porque o uso do anticoncepcional oral atenua o aparecimento das manchas.

Quando devemos começar a se preocupar?

Hoje, a gente diz que as mães devem se preocupar com os bebês. A idade ideal para começar a cuidar da pele é aos seis meses de idade! A partir dos 20 anos o organismo já começa a formar a pele de adulto, e ela que deve ter cuidados especiais para quando chegar perto dos 30 anos não ter tanto prejuízo.

 

A hidratação da pele é essencial para manter o viço

Foto: A hidratação da pele é essencial para manter o viço
Créditos: Reprodução/Internet

Qual pior pesadelo para a pele? Álcool, cigarro, sol, gordura?

Se pudesse eleger um só eu diria o cigarro, porque a nicotina leva ao fechamento dos vasos sanguíneos, causando a diminuição da nutrição da pele. O cigarro chega a ser mais agressivo que a exposição solar, porém o sol não fica atrás: provoca degradação de todas as células da pele, que leva a aparência de manchas, diminuição da produção de colágeno e consequente, a flacidez.

Suplementos, colágeno em pílulas, compradas em farmácia, ajuda na renovação celular?

Ajuda, sim. A indústria farmacêutica aprimorou, e, hoje, o colágeno é absorvido, sim. O que não sabemos ao certo é o quanto desse colágeno ingerido será absorvido, mas é certo que alguma parte será absorvida e trará benefícios à pele. Inclusive, faço suplementação de colágeno aos pacientes, que pode ser tanto em sachês ou cápsulas manipuladas de acordo com a necessidade de cada um.

Quais os cuidados essenciais preventivos?

Limpeza no rosto duas vezes ao dia, mas não mais que quatro vezes para não descamar. É preciso te uma hidratação especial passado pelo dermatologista, ele indicará qual melhor composição, se é em creme, gel, sérum... Claro, que a proteção solar não precisa nem mais ser citado: deve-se usar todos os dias, independente da exposição, faça chuva ou faça sol! Indico sempre o fator 50, que é proteção garantida para todos os tipos de pele.

Quais os melhores cosméticos de bolso?

Um ativo para essa faixa etária de 30 anos seria um higienizador, um sabonete para limpar a pele com PH próximo ao da pele, mas sem ser agressivo, e as farmácias de manipulação têm bons sabonetes. É importante também usar produtos com vitamina C, mas tomar cuidado também porque essas embalagens devem ser adequadas. O contato com o ar e a vitamina perde a ação. Por isso fiquem atentos à procedência do produto. Indico muito os que são aprovados pelos órgãos reguladores Anvisa e FBA (dos EUA), como La Roche Posay, Skin Ceauticals, Vichy, Roc. Um dos melhores filtros de proteção, inclusive, é brasileiro, da Avene, fator 50. 

Veja também

Amazonas volta a suspender funcionamento de bares e casas de show
Coronavírus

Amazonas volta a suspender funcionamento de bares e casas de show

Professores da rede estadual rejeitam volta da aula presencial dia 6 e decretam estado de greve
PERNAMBUCO

Professores da rede estadual rejeitam volta da aula presencial dia 6 e decretam estado de greve