paraíba

Padre de Chã Grande, na Mata Sul, é preso com armas e munições em Campina Grande, na Paraíba

Religioso, que estava em um carro, foi abordado durante uma blitz da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran)

Padre Diozene Francisco é vinculado à Diocese de Caruaru, no AgrestePadre Diozene Francisco é vinculado à Diocese de Caruaru, no Agreste - Foto: PMPB/Divulgação

Um padre da Paróquia de Chã Grande, na Mata Sul de Pernambuco, foi preso na Paraíba, nessa quinta-feira (11), com armas e munições.

A prisão do padre Diozene Francisco ocorreu em Campina Grande. O religioso, que estava em um carro, foi abordado durante uma blitz da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran).

Ao realizar uma revista no veículo, foram encontrados um revólver calibre 38 e uma pistola .40, esta última registrada no nome de um policial militar de Pernambuco.

Também foram localizadas no carro 49 munições, algumas delas deflagradas, além dois rádios comunicadores e uma câmera portátil.

Informações repassadas pela polícia apontam que, inicialmente, o padre afirmou que as armas eram para sua própria proteção.

Posteriormente, ele alegou que os objetos pertencem ao policial militar pernambucano cujo nome consta no registro de uma das armas. Ele foi autuado por porte ilegal de armas e munições e encaminhado para a Central de Polícia.

O padre Diozene Francisco é vinculado à Diocese de Caruaru, no Agreste, que emitiu, ainda na quinta-feira, uma nota sobre o caso.

"Como não há registros anteriores de comportamento inadequado ou ilegal por parte do Padre, a Diocese está acompanhando de perto o desenrolar do caso e confiando na justiça para esclarecer o ocorrido. Cumpre ressaltar que o padre está sendo acompanhado por advogados próximos a ele, os quais estão prestando todo o suporte necessário. Após os devidos esclarecimentos legais, a Diocese tomará as medidas necessárias do ponto de vista canônico", informou o comunicado, assinado pelo bispo diocesano de Caruaru, Dom José Ruy Gonçalves Lopes.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Diocese de Caruaru (@diocesedecaruarupe)

Veja também

Aiatolá Khamenei anuncia cinco dias de luto no Irã pela morte do presidente Raisi
MUNDO

Aiatolá Khamenei anuncia cinco dias de luto no Irã pela morte do presidente Raisi

Líderes globais reagem à morte do presidente do Irã, após acidente de helicóptero
MUNDO

Líderes globais reagem à morte do presidente do Irã, após acidente de helicóptero

Newsletter