Notícias

Papa apela ao "contágio da esperança" para derrotar o coronavírus

Na mensagem pela Páscoa, papa pede "cessar-fogo mundial e imediato

Papa FranciscoPapa Francisco - Foto: Andreas SOLARO / POOL / AFP

O papa Francisco propôs hoje (12) a redução ou mesmo a anulação da dívida dos países pobres. Ele apelou a um "cessar-fogo mundial e imediato" e a uma redução das sanções internacionais, considerando a pandemia da covid-19.

Na sua mensagem de Páscoa, lida numa basílica de S. Pedro vazia, o papa desejou que "sejam aligeiradas as sanções internacionais que impedem os países que as sofrem de proporcionarem um apoio conveniente aos seus cidadãos" e apelou à solidariedade internacional "reduzindo, se não mesmo anulando, a dívida que pesa sobre os orçamentos dos países mais pobres".

Armas

Na mensagem, ele apelou a um "cessar-fogo mundial e imediato". “Não é tempo de continuar a fabricar e a traficar armas, desperdiçando avultados capitais que deveriam ser utilizados para tratar as pessoas e salvar vidas", disse.

O chefe da igreja católica pediu ainda à Europa "solidariedade" e "soluções inovadoras" diante da pandemia da covid-19.

Francisco dirigiu os seus pensamentos "a todos aqueles que foram atingidos diretamente pelo coronavírus", aos "doentes, aos que morreram e às famílias".

Num mundo "oprimido pela pandemia, que coloca uma dura prova à nossa grande família humana", é preciso responder com o "contágio da esperança", afirmou.


Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Em caso de erro médico, saiba quais são seus direitos!
Blog Seu Direito

Em caso de erro médico, saiba quais são seus direitos!

Inscrições para a segunda etapa do Revalida 2022 terminam nesta terça-feira (17)
Educa Mais

Inscrições para a segunda etapa do Revalida 2022 terminam nesta terça-feira (17)