celebração

Papa celebra missa para 7 mil pessoas em Nicósia

Esta é a segunda visita de um papa a Chipre, uma ilha habitada majoritariamente por cristãos ortodoxos, após a viagem de Bento XVI em 2010

Esta é a segunda visita de um papa a Chipre, uma ilha habitada majoritariamente por cristão ortodoxos, após a viagem de Bento XVI em 2010Esta é a segunda visita de um papa a Chipre, uma ilha habitada majoritariamente por cristão ortodoxos, após a viagem de Bento XVI em 2010 - Foto: Andreas Solaro / AFP

O papa Francisco chegou na manhã desta sexta-feira (3) ao estádio municipal de Nicósia, onde deve celebrar uma missa para 7 mil pessoas na presença do presidente cipriota Nicos Anastasiades, anunciaram os organizadores.

Nas arquibancadas do estádio, milhares de fiéis exibiam bandeiras libanesas, argentinas e filipinas, enquanto um coral de 130 pessoas de várias nacionalidades ensaiava cantos em árabe e grego em um altar, ao lado de dois telões gigantes.

O coral tem membros da comunidade católica cipriota, que tem 25 mil integrantes, em sua maioria imigrantes asiáticos e refugiados africanos.
 

No segundo dia de sua visita, o papa Francisco deve reiterar o apelo à "fraternidade" e ao "diálogo".

Na quinta-feira (2), o papa Francisco fez em Chipre um pedido de "unidade", em plena crise migratória na Europa e em uma ilha dividida, durante a primeira etapa de uma viagem de cinco dias que também o levará à Grécia.

Esta é a segunda visita de um papa a Chipre, uma ilha habitada majoritariamente por cristão ortodoxos, após a viagem de Bento XVI em 2010.

Veja também

Chile anuncia mudanças no isolamento e gestão da pandemia por variante ômicronVariante ômicron

Chile anuncia mudanças no isolamento e gestão da pandemia por variante ômicron

Após furto de cabos, energia elétrica é restabelecida e vacinação infantil, retomada na Zona NorteSest Senat

Após furto de cabos, energia elétrica é restabelecida e vacinação infantil, retomada na Zona Norte