VATICANO

Papa denuncia 'inferno' dos campos de detenção de migrantes na Líbia

Papa FranciscoPapa Francisco - Foto: Handout / VATICAN MEDIA / AFP

O papa Francisco denunciou "o inferno" que se vive nos campos de detenção de migrantes na Líbia, durante uma missa celebrada no Vaticano, para recordar sua visita há sete anos à ilha italiana de Lampedusa.

"A guerra é ruim, sabemos, mas vocês não imaginam o inferno que se vive lá, nesses campos de detenção" da Líbia, afirmou, lembrando-se dos relatos dos migrantes durante sua visita a essa ilha, ponto de chegada à Europa para muitos migrantes que deixam o norte da África.

Veja também

Pinguim é achado morto com máscara no estômago no litoral de SP
meio ambiente

Pinguim é achado morto com máscara no estômago no litoral de SP

Justiça do Rio determina monitoramento de Flordelis com tornozeleira eletrônica
justiça

Justiça do Rio determina monitoramento de Flordelis