RELIGIÃO E FÉ

Papa Francisco nomeia Padre Agnaldo Silveira como novo bispo da Diocese de Garanhuns

Unidade territorial estava vacante desde 2023, com a consagração de Dom Paulo Jackson a arcebispo de Olinda e Recife

Novo bispo da Diocese de Garanhuns, padre Agnaldo da SilveiraNovo bispo da Diocese de Garanhuns, padre Agnaldo da Silveira - Foto: Reprodução/Diocese de Sobral

O Papa Francisco designou, nesta terça-feira (14), o padre Agnaldo Temóteo da Silveira, como o novo bispo responsável pela Diocese de Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco.

Ele é o 12º bispo a ocupar a posição e substitui, oficialmente, o Dom Paulo Jackson, que foi empossado, em agosto de 2023, como arcebispo de Olinda e Recife.

Desde então, a Diocese de Garanhuns estava vacante, que é quando o território fica sem um bispo fixo para tomar conta dos trabalhos evangelísticos daquela região. Quem assumiu o posto, provisoriamente, foi o padre José Aldo Mariano da Silva, sob o título de administrador diocesano. Ele faz parte do Colégio de Consultores da Diocese de Garanhuns (PE).

Agora líder de Garanhuns, o padre Agnaldo é membro do clero de Sobral, no interior do Ceará, onde também era vigário geral. Ainda não há data definida para a posse dele na Diocese de Garanhuns.

Silveira recebeu uma mensagem de saudação da presidência da Conferência Nacional de Bispos do Brasil Regional Nordeste 2 (CNBB), que expressou alegria pela nomeação dele como pastor da Igreja pernambucana e o “sincero desejo de caminharmos juntos em comunhão e colegialidade”.

Leia a mensagem na íntegra:
“Mensagem do Regional NE2 por ocasião da nomeação de Mons. Agnaldo Temóteo da Silveira como Bispo da Diocese de Garanhuns

Recife, 14 de maio de 2024

Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. (Jo 15,16)

Unimo-nos neste dia à Igreja particular de Garanhuns que se regozija pela nomeação do seu 12º Bispo diocesano, Mons. Agnaldo Temóteo da Silveira. E, com igual alegria, também o acolhemos como irmão em nosso Regional NE 2 da CNBB, com o sincero desejo de caminharmos juntos em comunhão e colegialidade, fortalecendo-nos na caridade, para o fiel exercício de nossa missão comum e para o bem pastoral de nossas Igrejas particulares. 

Cremos, caríssimo Mons. Agnaldo, que a festa do Apóstolo são Matias que hoje celebramos, escolhida para a publicação de sua nomeação, torna-se fonte de inspiração para a missão de sucessor dos Apóstolos que o senhor abraça com generosidade. Temos certeza de que, como Matias, o senhor também é um “doado”, enquanto presente de Deus que, chamado a abraçar com generosidade a sublime responsabilidade de fazer-se dom à Igreja de Garanhuns e testemunha de Jesus e da força transformadora sua ressurreição junto à porção do rebanho do Senhor que lhe é confiada.
Conte, caríssimo irmão, com a nossa oração e comunhão.  Que a Mãe da Igreja o guie, acompanhando-o e sustentando-o em seu caminho.  

Fraternalmente,

Dom Francisco de Sales Alencar Batista, O. Carm
Bispo de Mossoró (RN)
Presidente do Regional NE2

Dom Antônio Carlos Cruz Santos, MSC
Bispo eleito de Petrolina (PE)
Vicce Presidente

Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR
Bispo de Pesqueira (PE)
Secretário"

Perfil e trajetória eclesiástica do padre
Nascido em dia 28 de maio de 1977, na cidade de Bela Cruz, no Ceará, o novo bispo da Diocese de Garanhuns é filho de José Rogério Silveira e de Maria da Conceição Araújo.

Padre Agnaldo Temóteo da Silveira é o novo bispo da Diocese de GaranhunsPadre Agnaldo Temóteo da Silveira é o novo bispo da Diocese de Garanhuns | Foto: Divulgação

A formação religiosa dele se deu no seminário menor de São José, em Sobral, entre 1993 e 1995, período em que também cursou o Ensino Médio; E continuou no seminário regional Nordeste I, em Fortaleza, de 1996 a 2002, onde cursou Filosofia, de 1996 a 1998 e Teologia, de 1999 a 2002.

Ele é graduado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE); Em Teologia pelo Instituto Teológico e Pastoral do Ceará (ITEP); fez mestrado em Direito Canônico pela Universidade Gregoriana de Roma.

Também possui formação em diversos cursos breves de atualização nas áreas de Teologia e de Direito Canônico feitos na Rota Romana, em Roma, na Pontifícia Universidade Católica Argentina, em Buenos Aires, e em alguns Institutos e Universidades do Brasil.

Foi ordenado diácono em 10 de julho de 2002, na catedral de Sobral e presbítero em 30 de novembro de 2002, na igreja matriz de Bela Cruz (CE).

Após ordenação presbiteral, exerceu os seguintes ofícios: administrador paroquial da paróquia Senhora Sant’Ana, na cidade de Santana do Acaraú (CE), de 2003 a 2008; Membro da Coordenação Diocesana de Pastoral de 2003 a 2005; Capelão do Colégio Diocesano, de 2004 a 2006; Chanceler da Cúria Diocesana de Sobral de 2006 a 2008 e de 2014 a 2019; Vigário episcopal da Região Sede de 2012 a 2014 e de 2017 a 2024; Pároco da paróquia de São Francisco, na cidade de Forquilha (CE), de 2012 a 2018.

Até a nomeação como bispo, estava exercendo as seguintes funções: vigário Judicial Adjunto do Tribunal Eclesiástico Regional e de Apelação do Ceará, em Fortaleza; vigário Episcopal da Região Sede; Pároco da paróquia Nossa Senhora do Patrocínio e vigário Geral da diocese de Sobral.

Veja também

Glaucoma: monitoramento evitou cegueira em 300 mil brasileiros
saúde ocular

Glaucoma: monitoramento evitou cegueira em 300 mil brasileiros

Chile anuncia detenções de acusados por provocar incêndio em Viña del Mar
INCÊNDIO

Chile anuncia detenções de acusados por provocar incêndio em Viña del Mar

Newsletter