Para Alckmin, pesquisa Datafolha mostra que disputa está estabilizada

O candidato caiu 1% em comparação à pesquisa passada e afirmou que sairá vitorioso no segundo turno

Alckmin (PSDB) partiu para o ataque contra Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), em São PauloAlckmin (PSDB) partiu para o ataque contra Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), em São Paulo - Foto: Reprodução/Instagram

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, disse que o resultado da pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta (14) mostra que a disputa está estabilizada. De acordo com o levantamento, o tucano oscilou um ponto para baixo na comparação com a pesquisa anterior, saindo de 10% para 9%.

"[A pesquisa] Mostra que está estabilizado. Quer dizer, você não tem 1%, é tudo margem de erro. Está indefinido esse quadro eleitoral", disse Alckmin durante entrevista neste sábado (15) em Rio Branco (AC).

Leia também:
Alckmin se apoia em Anastasia em MG para alavancar campanha
Temer é do PT, diz Alckmin em Natal


O tucano disse que manterá seu ritmo de campanha e que sairá vitorioso no segundo turno. "Nós vamos chegar ao segundo turno e vamos sair vitoriosos'", declarou. Alckmin ainda fez críticas a Fernando Haddad (PT) e a Jair Bolsonaro (PSL). "O Brasil não vai voltar a crescer com radicalismo de esquerda, o PT, que levou o país a essa situação, e nem com Bolsonaro, que não tem a menor condição no momento tão difícil esse que o Brasil está vivendo", disse o ex-governador de São Paulo.

Veja também

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado (23)
Coronavírus

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado (23)

Variante britânica do coronavírus aponta para maior mortalidade, diz Boris Johnson
Coronavírus

Variante britânica do coronavírus aponta para maior mortalidade, diz Boris Johnson