Para evitar assaltos, Agamenon tem reforço no policiamento e cadastro de ambulantes

Anúncio com novas medidas foi feito nesta quarta-feira (30). Segundo a PMPE, dois falsos pipoqueiros já foram presos nesta manhã

Agamenon MagalhãesAgamenon Magalhães - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A avenida Governador Agamenon Magalhães, uma das principais vias do Recife, localizada na área central da cidade, passou a ter reforço no policiamento, além de um cadastro dos ambulantes que realizam comércio informal na área. As novas medidas foram adotadas para evitar assaltos na localidade.

O anúncio das mudanças foi feito na manhã desta quarta-feira (30), pela Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), durante coletiva de imprensa. Segundo a polícia, foi implementado desde a última terça-feira (29) o reforço do policiamento em três horários críticos do dia, com equipes à paisana. O número do efetivo adicional, no entanto, não foi informado.

Leia também
Ambulantes da avenida Agamenon Magalhães serão monitorados pela PM
Começa nesta quarta o cadastramento dos ambulantes para o Carnaval de Olinda


Segundo a PMPE, trânsito intenso, comércio informal, baixa velocidade e retenção dos veículos geram oportunidade para pequenos delitos. A polícia revelou que, nos últimos meses, já realizou o cadastro de 97 ambulantes da área. O objetivo é facilitar a identificação das pessoas que comercializam alimentos e produtos na avenida.

Ainda segundo a PM, dois homens que se passavam por vendedores de pipocas foram presos nesta manhã. Os detalhes da prisão, no entanto, não foram revelados. Participam do reforço do policiamento na avenida a Diretoria Integrada Metropolitana, a Diretoria Especializada, além do 13º Batalhão da Polícia Militar e do 16º BPM.

A PMPE informou que vai buscar parcerias com a Prefeitura do Recife e com o Governo de Pernambuco. Anunciou, também, que, em dezembro, ganhará um reforço de 700 motos e que algumas serão direcionadas para os setores que atendem a Agamenon.

Números
A polícia também informou que, de janeiro a julho deste ano, 60 pessoas foram detidas praticando delitos na Agamenon Magalhães. Entre janeiro e julho do ano passado o número de detenções, no entanto, foi menor: 58 pessoas cometeram crimes na avenida.



Veja também

Com crise em Manaus, governo recua e volta a isentar imposto sobre cilindro de oxigênio
Tributos

Com crise em Manaus, governo recua e volta a isentar imposto sobre cilindro de oxigênio

Covid-19: Saúde recruta 2,5 mil profissionais para atuar em Manaus
Pandemia

Covid-19: Saúde recruta 2,5 mil profissionais para atuar em Manaus