Para garantir quarentena rígida, Recife executa esquema de fiscalização

Mais de 500 profissionais foram designados para a operação, que deve fiscalizar o rodízio de veículos e a circulação de pessoas pelas vias públicas

Barreira montada por agentes de trânsito, que fiscalizam rodízioBarreira montada por agentes de trânsito, que fiscalizam rodízio - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Com o início da quarentena rígida em cinco cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR), um esquema especial foi montado pela Prefeitura do Recife para garantir o cumprimento do decreto estadual. Mais de 500 profissionais foram designados para a operação, que deve fiscalizar o rodízio de veículos e a circulação de pessoas pelas vias públicas.

Ao todo, 16 pontos de fiscalização de trânsito serão instalados pela cidade. Neles, agentes da Autarquia de Trânsito Transporte Urbano do Recife (CTTU) e da Polícia Militar atuarão controlando o fluxo de veículos pela cidade. A partir deste sábado (16), os condutores devem obedecer ao rodízio de placas pares e ímpares. Apenas os táxis e trabalhadores que atuam em alguns serviços essenciais poderão circular livremente. Durante a quarentena, a apreensão de veículos que descumprirem o rodízio está autorizada.

Leia também:
Tire suas dúvidas sobre a quarentena que começa neste sábado
Autorizada apreensão de veículos durante a quarenta em Recife e mais quatro cidades
Operação Quarentena terá ações sociais, sanitárias e de fiscalização

Para fiscalizar a circulação de pessoas, a Guarda Municipal do Recife fará rondas e, em eventuais casos de descumprimento da quarentena, orientará as pessoas a voltar para casa. Com o decreto, a pessoa que circular nas vias públicas poderá ser abordada e questionada acerca do motivo de estar na rua. O uso de máscaras também passa a ser obrigatório.

No largo comercial em Casa Amarela, na Zona Norte, haverá uma operação de fiscalização e orientação. Além da sanitização dos espaços públicos, serão disponibilizados equipamentos de proteção como máscaras e álcool em gel, além de materiais informativos sobre a Covid-19. Equipes da Prefeitura do Recife também fazem o controle de entrada nos equipamentos municipais do Largo: o Mercado de Casa Amarela, Pátio de feira e Centro de Comércio de Casa Amarela – Sempre Viva.

A operação de fiscalização e orientação em Casa Amarelaz conta com efetivo de cerca de 170 profissionais da Diretoria Executiva de Controle Urbano (Dircon), da CTTU, Procon Recife, Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Polícia Militar e Rádio Patrulha. Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces) também realizam a desinfecção dos mercados públicos.

Segundo a Gerente Geral da Dircon, Cândida Bonfim, a escolha de Casa Amarela se justifica pelo alto fluxo de pessoas no centro comercial. "A gente tem o objetivo de orientar e fiscalizar aqui em Casa Amarela, porque além de ser um dos bairros mais populosos do Recife, ele atrai as pessoas por conta do centro comercial. Então a gente precisava fazer um processo de orientação porque as pessoas precisam de informação neste momento", afirmou Cândida.

Até as 10h30 da manhã deste sábado, agentes da Dircon notificaram dez estabelecimentos por falta de alvará e descumprimento ao decreto. Três estabelecimentos foram fechados. Um dos estabelecimentos interditados foi uma farmácia do bairro. Segundo a prefeitura, a farmácia poderá voltar a funcionar desde que passe a disponibilizar álcool em gel para os clientes na entrada e a fazer o ordenamento dos clientes dentro do estabelecimento.

Além da capital, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata devem cumprir as novas medidas de isolamento.

Conscientização
O Varal do Bem, equipamento cultural do Projeto Arte que Cura, reforçou as ações de conscientização sobre os perigos do Sars-CoV-2, o novo coronavírus. Montado no Mercado de Casa Amarela, a ação distribuiu máscaras gratuitas. Algumas máscaras tinham mensagens como “Eu cuido de você e você cuida de mim’, ‘Lave as mãos’, ‘Distância é Amor’, ‘Se proteja’ e ‘Vai passar’.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Entregadores de delivery fazem novo protesto por melhores taxas e pedem vacina
Manifestação

Entregadores de delivery fazem novo protesto por melhores taxas e pedem vacina

Paulista terá cinco pontos para vacinação de idosos acima dos 60 anos neste sábado (17)
Coronavírus

Paulista terá cinco pontos para vacinação de idosos acima dos 60 anos neste sábado (17)