Paralisação de servidores do IML atrasa liberação de corpos

Corpos que chegam ao IML durante o horário da paralisação só devem ser necropsiados na quinta

A vereadora do Recife Marília Arraes (PT), o ex-presidente Lula (PT) e o senador Humberto Costa (PT)A vereadora do Recife Marília Arraes (PT), o ex-presidente Lula (PT) e o senador Humberto Costa (PT) - Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Os funcionários do Instituto Médico Legal (IML) realizam, nesta quarta-feira (16), das 7h às 19h, uma paralisação nos serviços. Os corpos que chegam ao IML durante o horário da paralisação só devem ser necropsiados na quinta (17).

Os médicos legistas, no entanto, realizam os procedimentos nos 14 corpos que estão no instituto desde a última terça (15). Os demais procedimentos no IML, como exame de corpo de delito, não estão sendo realizados. 

Veja também

Letalidade menor da Covid-19 eleva dúvidas sobre confinamentos, diz epidemiologista
Entrevista

Letalidade menor da Covid-19 eleva dúvidas sobre confinamentos, diz epidemiologista

Arce assumirá as rédeas de uma Bolívia polarizada e em crise econômica
América Latina

Arce assumirá as rédeas de uma Bolívia polarizada e em crise econômica