Parceria reforça trabalho de conservação em prol das tartarugas marinhas

Grupo FCA doou nove jeeps ao Projeto Tamar a fim de facilitar o deslocamento para áreas de difícil acesso no litoral brasileiro

Projeto Tamar trabalha com cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no   Brasil, todas ameaçadas de extinçãoProjeto Tamar trabalha com cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção - Foto: Tamar e Jeep / Divulgação

Referência há 36 anos em pesquisa, proteção e manejo de tartarugas marinhas, o Projeto Tamar ganhou um importante instrumento que reforçará ainda mais o trabalho em prol desses animais, tão pré-históricos quanto os dinossauros. A Fábrica Jeep, instalada no município de Goiana, Região Metropolitana do Recife, doou nove veículos, incluindo modelos Wrangler, Renegade e Compass, todos 4x4.

A intenção, por meio dessa parceria, é dar mais segurança aos deslocamentos de difícil acesso durante o acompanhamento da desova e nascimento dos filhotes de tartarugas no litoral brasileiro. A cerimônia de entrega dos jeeps ocorreu na Praia do Forte, na Bahia, onde fica uma das 25 bases do Tamar.

Para o coordenador de museus do Tamar-Praia do Forte, Gonzalo Rostan, a parceria fortalecerá a instituição, uma vez que garantirá a continuidade dos trabalhos desenvolvidos pelo projeto. "Ao mesmo tempo que essa união resgata o início da história do Tamar, lá pela década de 1982, quando os primeiros pesquisadores começaram seus trabalhos de proteção às tartarugas marinhas a bordo de três jeeps doados pelo ICMBio", relembra ele, que atua há 19 anos na instituição. Os primeiros jeeps auxiliavam as bases da Praia do Forte (BA), Pirambu (SE) e Regência (ES).

Leia também:
Anzol muda para salvar tartarugas marinhas
Tartarugas-de-pente fazem ninhos em praias do Estado
ONG que protege tartarugas marinhas corre risco de fechar em Ipojuca


O diretor de Comunicação, Marketing e Sustentabilidade da Fiat Chysler Automobiles (FCA), João Ciaco, conta que a parceria dá a oportunidade de o grupo automobilístico entender os trabalhos de conservação do Tamar em prol das tartarugas marinhas, ao mesmo tempo que contribui com os esforços para, quem sabe um dia, tirá-las da sua atual realidade, uma vez que todas as espécies que ocorrem no Brasil estão ameaçadas de desaparecem da natureza.

"E mobilidade é um dos princípios que contribui para o êxito dessas pesquisas em campo. Apoiar um projeto notável como o Tamar é um marco para a FCA", declara. A estreia de um dos jeeps ocorreu com o transporte e a soltura de 20 filhotes de tartarugas da espécie cabeçuda na Praia do Forte.

Projeto Tamar

Desde 1982 até então, o Tamar liberou ao mar 35 milhões de filhotes de tartarugas. O Projeto Tamar trabalha com cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea).

Protege cerca de 1,1 mil quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina.


*A repórter Priscilla Costa viajou a convite da Fiat Chysler Automobiles (FCA)

Veja também

Alunos da rede estadual de Pernambuco voltam às aulas presenciais
Educação

Alunos da rede estadual de Pernambuco voltam às aulas presenciais

Motorista fica preso às ferragens de carro após colisão na Estrada de Aldeia
Camaragibe

Motorista fica preso às ferragens de carro após colisão