França

Paris volta a fechar escolas após novos casos da Covid-19

País teme uma segunda onda doença antes mesmo da chegada do inverno

Equipe médica atuando em hospital em Paris, FrançaEquipe médica atuando em hospital em Paris, França - Foto: Joel Saget/AFP

Paris fechou duas escolas recém-abertas, após o registro de casos positivos de coronavírus - informaram autoridades de saúde locais -, nesta quarta-feira (24). Diferentemente de outros países europeus que adotaram uma abordagem muito mais cautelosa, a França retomou as aulas de forma obrigatória na segunda-feira (22). Algumas escolas já haviam reaberto há várias semanas, pelo menos de forma parcial, mas a presença continuava sendo opcional.

Uma escola de Ensino Fundamental no leste de Paris, com 180 alunos, fechou na terça-feira (23), depois da descoberta de três casos positivos da Covid-19. O mesmo aconteceu em outra instituição de ensino no centro da capital, com 200 alunos, que fechou nesta quarta, preventivamente, depois do anúncio de um caso positivo.

A França praticamente voltou à normalidade, após quase três meses de confinamento pelo novo coronavírus, mas muita gente continua trabalhando de casa. O uso de máscara é obrigatório nos transportes públicos. O governo não descarta um retorno da epidemia antes do inverno. Segundo os últimos números oficiais, 29.720 pessoas morreram na França pelo novo coronavírus.

Veja também

Brasil terá maior fábrica de vacinas da América Latina
Vacina

Brasil terá maior fábrica de vacinas da América Latina

Senado aprova uso de recursos para compra de máscaras e álcool
notícias

Senado aprova uso de recursos para compra de máscaras e álcool