Pátio do Livramento recebe ação com exames de hanseníase nesta terça

Casos positivos diagnosticados serão encaminhados para os serviços de referência para o tratamento gratuito pelo SUS no município de origem

Ação faz exames de hanseníaseAção faz exames de hanseníase - Foto: Divulgação

Quem frequenta o Centro terá a oportunidade, nesta terça-feira (24), de fazer exames de detecção de hanseníase de graça. A ação da Secretaria Estadual de Saúde (SES), no Pátio do Livramento - bairro de Santo Antônio, no Recife - é voltada para quem apresenta algum sintoma da enfermidade, como alteração na sensibilidade da pele.

Os casos positivos diagnosticados durante o mutirão serão encaminhados para os serviços de referência para o tratamento gratuito pelo SUS no município de origem. O mutirão de detecção precoce é uma parceria do Programas de Hanseníase do Estado e do Recife com a Sociedade Brasileira de Dermatologia e Movimentos Sociais (Mohan), que disponibilizará médicos para os exames.

Em Pernambuco, no ano de 2014, foram 2.536 casos novos de hanseníase na população geral, entre eles 261 em menores de 15 anos, atingindo 82,5% de cura. Em 2015, foram diagnosticados 2.362 casos novos, sendo 237 em menores de 15 anos, atingindo 78,1% de cura. Dados preliminares de 2016 apontam 1.630 casos novos na população geral, e 149 em menores de 15 anos, com 73,9% de cura.

A hanseníase é uma doença infecciosa transmitida pela pessoa doente para uma sadia pelo contínuo contato. Ela é transmitida pelo bacilo M. leprae, bactéria que ataca o sistema nervoso periférico e provoca alterações de sensibilidade ao frio/calor, ao tato e à dor. A doença, que pode ficar encubada por um período de 5 a 10 anos, também pode evoluir para perda de força muscular das mãos, pés e olhos.

O tratamento é gratuito, padronizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde (MS), e baseia-se na poliquimioterapia. É realizada nos postos de saúde, com medicação uma vez por mês na unidade de saúde e uso de remédios em casa.

Apenas os casos mais graves e com complicações deverão ser atendidos em unidades de referência. O Hospital Otávio de Freitas (HOF), no bairro de Tejipió, Zona Oeste do Recife, e o Hospital Geral da Mirueira, em Paulista, são referências secundárias estaduais no atendimento aos pacientes de hanseníase em Pernambuco.

Veja também

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
Saúde

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos