Assédio

Patrícia Marx, ex-Trem da Alegria, revela que sofreu assédio sexual

Cantora foi vítima quando era criança e estava no auge do sucesso com o grupo

Patrícia Marx revela a repórter no Domingo Show, da Record, que sofreu abuso sexual na época do Trem da AlegriaPatrícia Marx revela a repórter no Domingo Show, da Record, que sofreu abuso sexual na época do Trem da Alegria - Foto: R7|Reprodução

A cantora Patricia Marx, famosa nos anos 1980 por participar do Trem da Alegria, vai revelar no programa Domingo Show da Record, neste domingo (13), a partir das 11h, que sofreu assédio sexual na infância, no auge do sucesso do grupo infantil, e revelar o motivo que a fez ficar calada por três décadas.

Em conversa com a repórter Lorena Coutinho, Patrícia afirma: "Eu tive assédio. Assédio de produtores, assédio de adultos, assédio de diretores de gravadora, de artistas". Ainda no desabafo, a cantora revela detalhes:  "As pessoas queriam me tocar e me beijar. Algumas me beijaram à força. Falaram coisas chulas para mim: "Senta no meu colo e me dá um beijinho! Deixa eu beijar você". Coisas que são invasões do seu corpo e sem permissão. Sinto nojo quando me lembro disso".
Marx também conta sobre as dificuldades do meio artístico: "Eu fui crescendo e comecei a entender o jogo, daí você tem que jogar. Tem que entrar no jogo porque você precisa trabalhar. Se você não entrar no jogo, você está fora."

Veja também

Acidentes de trânsito poderão ser reportados pelo site da CTTU
recife

Acidentes de trânsito poderão ser reportados pelo site da CTTU

Sisu: inscritos podem conferir se foram selecionados
educação

Sisu: inscritos podem conferir se foram selecionados