Paulista aposta em postos itinerantes para a vacinação contra a gripe

O novo modelo se assemelha ao sistema “drive-thru”, só que em locais de fácil acesso para a população e espalhados pela cidade

Primeiro dia nos postos itinerantes em PaulistaPrimeiro dia nos postos itinerantes em Paulista - Foto: Divulgação/ Paulista

No município de Paulista, a prefeitura resolveu apostar em uma nova forma de imunização contra a gripe H1N1. A vacinação itinerante acontece em locais abertos nos bairros, como áreas de lazer e praças públicas. Desta segunda-feira (6) até a próxima quarta-feira (8), o público prioritário da campanha, idosos e profissionais de saúde, não precisarão mais ir até as unidades de saúde para receber a vacina. No primeiro dia de campanha já foram imunizadas cerca de quatro mil pessoas.

“Com essa nova estratégia, a gente entende que consegue ficar mais perto dos idosos, evitando que eles fiquem expostos nas unidades de saúde. Isso ajuda a diminuir, inclusive, o risco de infecção pelo novo coronavírus. Na medida em que o município recebe as doses, vamos distribuindo”, explicou Fabiana Bernart, secretária de Saúde do município.

Leia também:
Acre registra sua primeira morte por coronavírus
Máscaras artesanais servem como uma barreira física contra o novo coronavírus
Demissões já alcançam 11 mil trabalhadores da indústria calçadista


O novo modelo de vacinação se assemelha ao sistema “drive-thru”, só que em locais de fácil acesso para a população e espalhados pela cidade. “Foi essa a estratégia que a gente encontrou para poder dar garantia as pessoas, que busquem vacinas nesses locais”, afirmou Fabiana. Segundo ela, muitas pessoas se deslocavam várias vezes durante o dia para as unidades de saúde e algumas vezes o estoque já tinha sido zerado naquele local.

A cidade já conseguiu imunizar 70% dos seus idosos e 90% dos profissionais de saúde, com a expectativa de atingir até a quarta-feira a meta de cobertura vacinal estipulada pelo Ministério da Saúde. Ainda segundo a secretária de Saúde de Paulista há um estoque de 7 mil doses da vacina, mas existe também, um déficit ainda não calculado por conta dos profissionais de saúde e idosos pertecentes a outros municípios que se imunizam na campanha.

Dona Sônia Maria Soares, 72 anos, uma das idosas que estiveram no Parque Aurora, no Centro, para receber a dose da vacina e deixou uma mensagem para os demais idosos. “Minha gente, não deixe de tomar a vacina, ela é muito importante para a saúde, principalmente para quem já têm problemas. Acordem cedo, aproveitem a oportunidade e cuidem da saúde”, afirmou a dona de casa.

Nesta terça-feira (7) serão atendidos bairros como Alto do Bigode onde a vacinação acontece em frente a unidade de Saúde do bairro, além de bairros com Fragoso I e II, Vila Torres Galvão e Maranguape I no horário das 9h até as 11. Já na parte da tarde, de 14h às 16h, os moradores de Jardim Maranguape receberão as vacinas em frente à Igreja Católica, a imunização também acontece nos bairros de Jaguarana, Maranguape II e Engenho Maranguape. Os outros bairros receberão a vacinação até o fim da tarde da quarta-feira (8).

Veja também

Hyundai e Petz fazem parceria para incentivar adoção responsável de animais
Folha Pet

Hyundai e Petz fazem parceria para incentivar adoção responsável de animais

MPF alertava sobre risco de incêndio na Cinemateca desde julho de 2020
SÃO PAULO

MPF alertava sobre risco de incêndio na Cinemateca desde julho de 2020