Casamento

Paulo Vieira corta cabelo e manda fazer terno para ir ao casamento de Lula e Janja

Paulo, aliás, mostrou os preparativos para a celebração por meio de suas redes sociais, mas sem dizer para qual evento iria

Paulo VieiraPaulo Vieira - Foto: Divulgação / Globo

O humorista Paulo Vieira estará no casamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e da socióloga Rosângela da Silva, mais conhecido pelo apelido Janja. Lula é fã do trabalho do comediante e fez questão de convidar o artista para a cerimônia, que acontece nesta quarta-feira (18) em meio à sua pré-campanha na disputa pela presidência da República.

Paulo, aliás, mostrou os preparativos para a celebração por meio de suas redes sociais, mas sem dizer para qual evento iria. "Hoje é dia de tomar banho de 2 horas, tirar o macuco do pescoço, cortar o cabelo e ir bem cheirosinho casar os amigos", tuitou o humorista, que terá a companhia da namorada Ilana Sales.

De acordo com a colunista do Globo Bela Megale, Lula e Janja estabeleceram como critério para os convidados ter relação de amizade com o casal. Inicialmente com 150 pessoas, a lista final ultrapassou as 200. Petistas históricos como o ex-ministro Zé Dirceu e nomes da cúpula da campanha de Lula, como o coordenador José Guimarães, ficaram de fora.

Convidados como o casal Chico Buarque e Carol Proner já comunicaram os noivos que não vão comparecer porque estão na Europa. Outros artistas, como Daniela Mercury e sua esposa, Malu Verçosa, confirmaram presença, assim como a chef Bela Gil, que indicou a estilista que assina o vestido de Janja.

Também acompanharão a cerimônia — numa casa de festas no bairro da Vila Olímpia, em São Paulo — o sambista Martinho da Vila, o cantor Gilberto Gil, que foi ministro da Cultura no governo Lula, e o ator Antonio Pitanga.

Veja também

Pernambuco apresenta redução de Mortes Violentas Intencionais
Violência

Pernambuco apresenta redução de Mortes Violentas Intencionais

Brasil melhora em ranking global de vacinação, mas coberturas ainda seguem abaixo da meta
Vacinação

Brasil melhora em ranking global de vacinação, mas coberturas ainda seguem abaixo da meta

Newsletter