PCR antecipa abertura de hospital para tratamento à Covid-19

Hospital provisório Recife I, anteriormente programado para ser inaugurado na próxima semana, é o maior já construído pela capital pernambucana

[610] leitos hospital recife[610] leitos hospital recife - Foto: Andrea Rego Barros/Divulgação

Para ampliar o atendimento aos pacientes contaminados pelo novo coronavírus, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, anunciou, nesta quarta-feira (15), a antecipação da abertura de mais um espaço, o Hospital Provisório Recife 1, na Rua da Aurora, no bairro de Santo Amaro. O local estava previsto para ficar disponível aos recifenses apenas na próxima semana, mas, com suporte do Hospital do Câncer, a capital pernambucana já tem à disposição mais uma unidade, a quarta ao todo, ganhando mais 100 leitos de UTI e 60 de enfermaria.

"Esse é o maior hospital construído pela prefeitura do Recife. Tem mais leitos que o Hospital da Mulher, que foi inaugurado em 2016. Começa a funcionar hoje, com 20 leitos de UTI e 15 de enfermaria que já podem receber pacientes. Depois vamos chegar à capacidade máxima. Construímos o hospital em 20 dias com o objetivo específico de atender pacientes da Covid-19", afirmou o prefeito. Agora, Recife conta com 399 leitos ao todo, sendo 141 de UTI e 258 de enfermaria. A meta é passar dos mil leitos.

Geraldo Júlio também ressaltou a importância de aumentar o número de profissionais de saúde para suprir a demanda dos hospitais. "Contratamos 700 diretamente pela prefeitura do Recife e as três entidades parceiras que vão administrar os hospitais de campanha contratarão mais de 1.500. Tem sido um grande desafio em todos os países ter profissionais para atender à população. Alguns lugares da Europa chegaram a ter colapso no sistema por conta dessa dificuldade. O isolamento é importante porque salva vidas e faz com que as pessoas não fiquem doentes todas ao mesmo tempo", frisou.

Com mais de 3.000 m² de área construída, o hospital provisório é mais um dos hospitais de campanha do Plano Municipal de Contingência Covid-19 para enfrentamento à pandemia. Dos sete planejados, quatro estão em funcionamento, sendo os demais nas Policlínicas Amaury Coutinho, na Campina do Barreto; Barros Lima, em Casa Amarela; e Arnaldo Marques, no Ibura. Além desses, estão funcionando 65 leitos no Hospital da Mulher, sendo 31 de UTI.

A Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife estruturou o novo Hospital Provisório Recife 1 em um prédio adaptado para funcionar como unidade de saúde. No local, serão atendidos apenas os pacientes encaminhados pela Central de Regulação. A unidade será equipada com respiradores pulmonares, raio-x digital portátil, camas hospitalares, monitores de sinais vitais, desfibriladores cardíacos, entre outros itens. O hospital também tem uma área segura para que os profissionais coloquem e tirem os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além de dormitório e refeitório para a equipe.

"Todos os recursos da criação de novos leitos para pacientes da Covid-19 são da prefeitura do Recife. Reduzimos outras despesas na ordem dos R$ 180 milhões. Nosso grande desafio é gerar recurso, assim como as famílias. Todos sofreram impacto econômico por conta da pandemia. Tivemos uma queda de receita e precisamos suprir isso", explicou. Os gastos citados envolveram revisão de contratos de prestação de serviço, consultorias, locação de veículos, combustível, energia elétrica, materiais de consumo, além de novos aluguéis, passagens aéreas e diárias.

Para os hospitais construídos pela prefeitura do Recife, já foram ocupados 22% dos leitos de enfermaria e 71% dos leitos de UTI. "Nós estamos testemunhando a maior mobilização de saúde pública da história da cidade. O foco é em salvar vidas. Estamos em plena atividade do maior plano de contingência, retardando o número de casos. Se todos adoecem, a pressão pelos leitos se torna acima da capacidade. Procuramos ficar um passo à frente da doença, mesmo que por vezes curto, abrindo leitos e novas oportunidades de tratamento", afirmou o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.

Leia também:
PCR anuncia mais 48 leitos para casos da Covid-19 no Recife
Jaboatão ganha 131 leitos para tratamento de pacientes com coronavírus

Veja também

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantidoPandemia

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz UnicefSaúde global

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz Unicef