PCR usa nova técnica para desinfectar unidades de saúde

Recife é primeira capital do Nordeste a utilizar a técnica da sanitização em lugares públicos. Estratégia consiste na aplicação de desinfetante com ação viricida

Agentes de saúde atuam na sanitização utilizando equipamentos de proteção individual Agentes de saúde atuam na sanitização utilizando equipamentos de proteção individual  - Foto: Ikamahã/Sesau PCR

A Prefeitura do Recife começou neste sábado a utilizar uma nova técnica para desinfecção das unidades de saúde do Reicfe. O processo é reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para auxiliar no enfrentamento ao novo coronavírus. O serviço consiste na aplicação de um desinfetante com ação viricida de alto nível, cuja ação tem início em até cinco minutos e o efeito residual atua por 24 horas. O Recife é a primeira capital do Nordeste a utilizar a sanitização em lugares públicos.

A medida faz parte do Plano Municipal de Contingência Covid-19 começará em cerca de 150 unidades de saúde da rede municipal. A primeira a receber, foi a Upinha Moacyr André gomes, em Casa Amarela, na manhã deste sábado. Na ocasião também foi desinfectada a parada de ônibus que fica na frente da unidade de saúde.

Leia também:
Novo coronavírus não é tão brando entre os jovens
Idosos são 38% do total de casos de coronavírus em Pernambuco, segundo Governo 
Recife retoma campanha de vacinação contra a gripe; Camaragibe, a partir deste sábado


A Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife implantou a estratégia como um complemento à higienização dos locais, mas não substitui a limpeza regular dos locais, o que já é feito normalmente. A Vigilância Ambiental do Recife também levará a nova técnica de desinfecção para outros locais com grande circulação de pessoas, como as principais avenidas da cidade, mercados públicos e terminais integrados de ônibus.


No Recife, mais de 160 profissionais, entre eles os Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces) vão atuar na sanitização. Eles usarão os devidos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). O cronograma das atividades será dividido em três turnos, de segunda a sexta-feira, e também nos fins de semana, em regime de plantão.

Segundo o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, o produto utilizado é biodegradável e pode ser aplicado sem contraindicações, pois não afeta as pessoas que circulam nos ambientes. “A sanitização visa a inativação do agente viral presente no ambiente através da desinfecção química. A técnica é uma forma que encontramos para interferir na cadeia de transmissão do novo coronavírus e tentar minimizar os riscos da nossa população contrair a Covid-19. É importante que as pessoas estejam atentas e não descuidem das orientações de higiene pessoal e recomendações de isolamento social”, reforça o gestor.


Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci
Pandemia

EUA não pretende decretar novos confinamentos, afirma Anthony Fauci

Mais 2,1 milhões de doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil
Covid-19

Mais 2,1 milhões de doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil