Pernambuco

Agreste pode ter medidas mais rígidas contra a Covid-19 nos próximos dias

Feira da Sulanca, em CaruaruFeira da Sulanca, em Caruaru - Foto: Divulgação/Prefeitura de Caruaru

Uma reunião entre o Governo do Estado e prefeitos dos municípios do Agreste pernambucano, nesta sexta-feira (14), decidirá a possibilidade de serem adotadas medidas mais rígidas de combate à Covid-19 na região nas próximas semanas. 

A iniciativa se deve à situação epidemiológica da II Macrorregião de Saúde, que engloba a IV e V Geres, com sedes em Caruaru e Garanhuns, respectivamente.

O Agreste teve impacto significativo no aumento das solicitações por vagas de UTI na rede pública de saúde na semana passada. Na região, foi registrado um aumento de 9,3% em uma semana e de 44,5% em 15 dias, enquanto o crescimento na média do Estado foi de 6,1% e de 13,8%, nos mesmos períodos. 

“A rede de saúde da IV e da V Geres já está pressionada e, diante de um comportamento destoante por duas semanas seguidas, estamos analisando a necessidade de ações específicas na região”, salientou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Veja também

Governo afirma ao STF que 72% dos índios já receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19
Vacinação

Governo afirma ao STF que 72% dos índios já receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19

Novo lote com 529 mil doses de vacina da Pfizer chega ao Brasil
Coronavírus

Novo lote com 529 mil doses de vacina da Pfizer chega ao Brasil