PE: Número de mortes em acidentes nas BRs cai 11,3%

Colisões frontais e atropelamentos de pedestres foram os tipos de ocorrências que mais causaram mortes em 2017

Polícia Rodoviária FederalPolícia Rodoviária Federal - Foto: PRF/Divulgação

Colisões frontais e atropelamentos de pedestres foram os principais tipos de acidentes que resultaram em mortes nas rodovias federais que cortam Pernambuco ao longo de 2017. O balanço foi divulgado nesta sexta-feira (19) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Apesar da gravidade das ocorrências, o número de acidentes teve uma redução de 11,3% em relação ao contabilizado em 2016.

Em números absolutos, foram 3.435 acidentes, que deixaram 3.086 feridos e 343 pessoas mortas em Pernambuco nos últimos 12 meses. Em 2016, foram 3.634 acidentes, com 3.146 feridos e 387 mortes. Além da redução de 11,3% no número de mortes, houve queda de 5,4% na quantidade de acidentes, e de 1,9%, na de feridos.

Entre as principais causas de acidentes estão a falta de atenção (43%), a ingestão de álcool (8,2%) e não guardar distância de segurança (7,2%). Já nos tipos de acidentes quanto às mortes, as colisões frontais responderam por 23,6% dos casos, seguidas pelos atropelamentos de pedestres (20,9%) e pelas colisões transversais (10,7%). Os homens representaram 85% das vítimas mortas em rodovias federais do Estado.

A PRF ainda divulgou números da fiscalização. Ao todo, 227.857 veículos e 235.467 pessoas foram abordados, sendo emitidas 143.128 autuações por diversas infrações - 5.190 delas pela falta do cinto de segurança, 5.179 por ultrapassagens indevidas, 636 pela falta do capacete e 454 pelo não uso da cadeirinha. Ainda foram registradas 31.845 imagens de veículos com excesso de velocidade por meio do uso de radares e realizados 80.113 testes com bafômetros para inibir a embriaguez ao volante. Mais de 1,7 mil motoristas foram autuados, e 160, presos.

Entre janeiro e dezembro, a PRF recuperou 276 veículos, apreendeu 42 armas, 807 munições e 1,1 milhão de maços de cigarro, além de prender 403 pessoas por diversos crimes, como roubo, receptação, porte ilegal de arma, contrabando e tráfico de entorpecentes. Nesse período, também foram resgatados 109 animais silvestres e retirados 1.101 animais de grande porte das rodovias.

Veja também

Homem entra no hospital em Jaboatão como acompanhante e sai morto, denuncia familia
Denúncia

Homem entra no hospital em Jaboatão como acompanhante e sai morto, denuncia familia

Peru vai isentar viajantes de quarentena ao reabrir fronteiras

Peru vai isentar viajantes de quarentena ao reabrir fronteiras