PE pede ajuda ao Ministério da Saúde para intensificar isolamento e solicita respiradores

Foi realizada nesta quarta (29) uma reunião virtual com o ministro Nelson Teich, governadores e secretários de Saúde do Nordeste

Respiradores mecânicos são fundamentais na luta contra o coronavírusRespiradores mecânicos são fundamentais na luta contra o coronavírus - Foto: Divulgação

Diariamente, seja através da Imprensa, de canais oficiais na internet ou campanhas nas ruas, o Governo do Estado tem pedido que a população atenda às recomendações de sair de casa apenas quando estritamente necessário. Para obter resultados expressivos na diminuição do número de infecções pelo novo coronaívus, essa adesão teria de ser a partir de 70%, o que, nos últimos 40 dias, não aconteceu.

Na tarde desta quarta-feira (29), em reunião virtual entre o governador Paulo Câmara, o secretário estadual de Saúde André Longo e o ministro da Saúde Nelson Teich, a gestão local pediu ajuda ministerial para intensificar esse isolamento.

"O maior nível de isolamento que precisamos depende de apoio das forças se segurança nacional, de medidas preventivas maiores também por parte do banco federal (Caixa Econômica) no sentido de conter aglomerações. Precisamos de apoio do governo federal”, disse Longo, que já falou repetidas vezes sobre a importância de um discurso único no apoio ao isolamento, bem como uma atuação mais forte do governo federal para a adoção de quarentena obrigatória ou até mesmo lockdown.

A reunião desta quarta partiu de uma requisição de governadores do Nordeste, que apresentaram um documento requisitando apoio operacional do Ministério da Saúde, com o envio de materiais e equipamentos, em especial respiradores. "Temos um conjunto de leitos prontos no Alfa (Boa Viagem) e na Brites (Maternidade Brites de Albuquerque, em Olinda) precisando de respiradores para serem colocados em funcionamento. Fizemos requisição de 100 respiradores e precisamos deles para ampliar a nossa capacidade”, afirmou o secretário estadual de Saúde.

No antigo Hospital Alfa, que foi adaptado para ser um hospital de referência no tratamento de pacientes com a Covid-19 , há 38 Unidades de Terapia Intensiva ativas e cinco prontas abrir com respiradores que chegaram nesta quarta após ação de busca e apreensão em São Paulo. Tem ainda 55 leitos de enfermaria e 25 engatilhados para começar a funcionar até o final de semana. A capacidade total estimada para unidade é de 230 leitos, sendo 100 UTIs e 130 enfermarias.

Na Brites de Albuquerque, há 20 UTIs e 20 enfermarias funcionando. A meta para esta unidade, que também foi adaptada para ser referência no enfrentamento ao novo coronavírus, é ter um total de 100 leitos em operação, sendo 40 UTIs e 60 enfermarias.

Leia também:
Ministério da Saúde nunca mudou orientação de manter distanciamento, diz Teich
Fila por leito de UTI em Pernambuco chega a ter mais de 100 pessoas
Infectologista diz que a Covid-19 é uma guerra sem bombas
Pernambuco registra 470 novos infectados e 30 mortes pela Covid-19 em 24h

André Longo disse ainda que na reunião foi apresentado o novo secretário-executivo do Ministério da Saúde, o general Eduardo Pazuello, que será o braço operacional da pasta.

“Ele se colocou à disposição das secretarias estaduais para construir o modelo logístico. Prontamente enviamos mensagem mostrando a necessidade de uma conversa para que a gente possa garantir o mais rápido possível a vinda de equipamentos para colocar leitos em operação. Pernambuco e o Ceará são os estados com situações mais críticas no Nordeste e temos expectativa de sermos priorizados nas medidas de apoio. Essa é a nossa expectativa a partir dessa reunião de hoje.”

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Com ressalvas, TCE aprova contas de Doria e cobra transparência em gastos com Coronavac
São Paulo

Com ressalvas, TCE aprova contas de Doria e cobra transparência em gastos com Coronavac

Decreto de Bolsonaro libera militares da ativa em cargos do governo por tempo indeterminado
Militares

Decreto de Bolsonaro libera militares da ativa em cargos do governo por tempo indeterminado