A-A+

Percurso do Galo da Madrugada passa por última vistoria

A cinco dias do desfile, representantes de órgãos de segurança verificaram fachadas, marquises e outras estruturas em busca de irregularidades

Vistoria no percurso do Galo da MadrugadaVistoria no percurso do Galo da Madrugada - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A cinco dias para o desfile do Galo da Madrugada, equipes da Secretaria de Defesa Social (SDS) e da Prefeitura do Recife realizaram, nesta segunda-feira (17), a última vistoria pelo percurso do maior bloco de Carnaval do mundo, que ganha as ruas da capital pernambucana no Sábado de Zé Pereira (22).

Com caráter preventivo, a vistoria contou com a participação de agentes das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), da Defesa Civil, da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), e de outros órgãos municipais de controle urbano.

Ao total, quatro locais, entre camarotes e casas com estruturas que apontaram risco para os foliões foram interditados e serão isolados ou desmobilizados. Também foram encontrados diversos pontos com fiações elétricas desregulares, buracos nas vias, entulhos e locais com ambulantes que não estavam locados, além de camarotes, marquises e estruturas desregulares. De acordo com a Prefeitura, os nomes dos locais não serão divulgados. 

Leia também:Linha gratuita de VLT levará foliões ao Galo da Madrugada
Galo Gigante está quase pronto para o Carnaval

Entre os pontos observados nos seis quilômetros do trajeto estavam a altura da fiação que compõe a rede elétrica, a situação dos imóveis e das estruturas montadas para os camarotes e palcos. Além das estruturas, a vistoria buscou identificar possíveis obstáculos que possam atrapalhar a mobilidade do folião.

A vistoria deve identificar problemas que devem compor um relatório que será repassado para a Diretoria Executiva de Controle Urbano (Dircon), que deve encaminhar as solicitações de mudanças aos proprietários ou aos órgãos competentes.

Aproximadamente 514 imóveis situados no percurso do desfile devem ser vistoriados. A fiscalização percorre cerca de seis quilômetros em vias localizadas nos bairros de Santo Antônio e São José, entre elas as avenidas Sul, Imperial, Dantas Barreto, Guararapes e as ruas do Sol, da Concórdia e outras localizadas nos arredores da praça Sérgio Loreto.

Segundo o coordenador do grupo de trabalho dos órgãos de segurança no Carnaval, o coronel Érick Aprígio, as vistorias são fundamentais para garantir a segurança do folião. “Alguns ordenamentos relacionados à limpeza urbana, fachadas e estruturas de prédios precisam ser feitos para poder dar segurança às pessoas que vêm brincar o Galo”, afirmou o coronel.

O desfile
Com o tema "Xilogravuras no Cordel do Frevo", a agremiação homenageia, em 2020, o artista bezerrense J. Borges. No desfile, cerca de 30 trios elétricos devem fazer o percurso no próximo sábado (22). O desfile acontece no sábado das 9h às 18h30.

De acordo com o vice-presidente do Galo da Madrugada, Rodrigo Menezes, a organização do bloco estima que mais de 1,5 milhão de foliões devem estar presentes no desfile. “É sempre muita gente. Vamos sair com muitos trios elétricos e prometemos festa e alegria da manhã até as 18h30”, disse Menezes. “Os esforços do grupo de trabalho do Carnaval têm sido fundamentais pra que nós possamos planejar um desfile seguro”, completou.

Veja também

Preocupação com falta de mão de obra cresce na indústria, diz CNI
CNI

Preocupação com falta de mão de obra cresce na indústria, diz CNI

ONU teme 'crimes hediondos em massa' em Mianmar
Direitos Humanos

ONU teme 'crimes hediondos em massa' em Mianmar