Educação

Pernambucano defende esforço para retomada da educação no Fórum Mundial da Juventude, no Egito

Encontrou reuniu jovens, lideranças políticas, instituições e governos locais na África

Rhayann Vasconcelos, do Acelere no EnemRhayann Vasconcelos, do Acelere no Enem - Foto: Cortesia

Finalizado nessa quinta-feira (13), o Fórum Mundial da Juventude reuniu, no Egito, jovens de 196 países para reunir ideias para a retomada do mundo diante da crise global causada pela Covid-19. 

Apoiada pelas Organizações das Nações Unidas (ONU), o evento de diálogo e comunicação entre os jovens debateu durante quatro dias de programação em três eixos: Paz, Desenvolvimento e Criatividade. 

Escolhido como um dos representantes do Brasil no Fórum, o pernambucano Rhayann Vasconcelos levou a experiência exitosa que construiu no campo da educação, o Acelere no Enem.

Preparatório gratuito e online voltado ao vestibular, o projeto já foi premiado como uma das 30 melhores iniciativas do país no âmbito da educação.

“Em um momento extremamente delicado, unimos a sociedade, empresas e o governo para democratizar o acesso à educação, gerando novas oportunidades a milhares de jovens”, comenta Rhayann.

Em um momento delicado da pandemia, diante do avanço da variante ômicron, os esforços para construir novos trilhos para a educação são ainda mais necessários e urgentes. 

“É momento de união internacional. 2022 será de intensos desafios na educação, sobretudo quando falamos dos mais vulneráveis. Nenhum esforço pode ser poupado para colocarmos a educação de volta aos trilhos. Escolas devem ser últimas a serem fechadas e as primeiras a serem abertas”, finaliza.

O Fórum reuniu lideranças políticas, como o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, instituições de apoio, governos locais e jovens engajados.

Veja também

Governo regulamenta certificação de comunidades terapêuticas
BRASIL

Governo regulamenta certificação de comunidades terapêuticas

Rio recebe primeiro lote de vacinas contra a dengue
DENGUE

Rio recebe primeiro lote de vacinas contra a dengue