Pernambucanos recebem homenagem após recorde no Parapan

Quatro dos 13 representantes do Estado nos Jogos de Lima foram recebidos pelo governador Paulo Câmara

Paratletas foram recebidos pelo governador Paulo CâmaraParatletas foram recebidos pelo governador Paulo Câmara - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

A manhã desta terça-feira (3) foi especial para quatro dos 13 pernambucanos que estiveram nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru. Jenifer Martins, Sandro Varelo e Leylane Moura, do atletismo, e Lucas Carvalho, do tênis de mesa, foram recebidos pelo governador Paulo Câmara e pela equipe da secretaria executiva de Esportes do Estado e agraciados com um certificado de agradecimento pelos serviços prestados ao desporto. Todos eles foram ao pódio no evento, que marcou a melhor campanha já realizada por uma delegação local. No total, Pernambuco somou 21 medalhas em Lima, sendo 14 ouros, duas pratas e cinco bronzes. Se estivesse representando um país, a equipe estadual teria feito a sétima melhor campanha, à frente de Cuba, que faturou 13 medalhas douradas.

A maior fonte de vitórias de Pernambuco foi a natação, com 12 medalhas, sendo sete ouros e um bronze de Phelipe Rodrigues, e quatro ouros da estreante Carolina Santiago. Depois aparece o atletismo, que rendeu dois ouros, duas pratas e dois bronzes. O futebol de 5, o badminton e o tênis de mesa tiveram uma medalha cada. Das modalidades nas quais enviou atletas, somente o basquete em cadeiras de rodas masculino não medalhou.

“Receber esse certificado é muito emocionante porque a gente se sente valorizado. Há dois anos eu pensava se um dia chegaria a esse estágio e hoje sou recebido pelo governador”, disse, emocionado, Sandro Varelo. Ele, assim com os demais competidores do atletismo não vão ter muito tempo para curtir o momento pós-Parapan. É que no final do mês eles já entram em ação novamente, dessa vez no Circuito Brasileiro, que é seletiva para o Campeonato Mundial, em novembro, em Dubai. Sandro, que foi campeão no lançamento de dardo e bronze no arremesso de peso no Parapan, volta a treinar hoje. E com novidade. “Farei uma troca de provas, com foco agora no arremesso de peso e não mais no dardo, de olho na classificação para os Jogos de Tóquio”, adiantou ele, que é heptacampeão brasileiro no lançamento de dardo, conquistou suas primeiras medalhas internacionais no Parapan e tentará ir ao primeiro Mundial da carreira, assim como a jovem Leylane.

Enquanto Sandro ainda é novato nesse assunto, Jenifer Martins tentará a classificação para o seu quarto Mundial, tendo no currículo uma medalha de cada cor conquistada no evento. Ela tentará vaga nas mesmas provas em que medalhou no Parapan, 100 metros da classe T37 e salto em distância. A dupla da natação também não terá folga. A partir do próximo dia 9, eles caem na água no Mundial paralímpico da modalidade, na Inglaterra. Serão cerca de 600 nadadores de 60 países. Na última edição, em 2017, o Brasil conquistou 36 medalhas, sendo 18 ouros, nove pratas e outros nove bronzes. Será o primeiro evento mundial de Carolina Santiago, sensação do Brasil no Parapan após surgir no desporto paralímpico aos 34 anos. Phelipe Rodrigues, outro destaque em Lima, também estará na delegação nacional.

Enquanto os colegas seguirão em alta intensidade, o jovem mesatenista Lucas Carvalho, de 19 anos, diminuirá o ritmo neste segundo semestre. Desde o início da temporada em campings de treinos em São Paulo e fora do País, ele está de volta ao Recife. Até o final de 2019, tem programados apenas campeonatos dentro do Brasil, incluindo a defesa do posto de atual campeão nacional da classe 9. “O Parapan era o foco principal deste ano e ter conquistado uma medalha deu tranquilidade para concluir o trabalho com calma em 2019”, disse ele.

Veja também

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19
Coronavírus

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por Covid-19

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h
Coronavírus

Pernambuco registra 157 novos casos e 10 óbitos nas últimas 24h