A-A+

VACINAÇÃO CONTRA COVID-19

Pernambuco aguarda definição de data para receber doses da Sputnik V

Imunizante foi liberado com ressalvas pela Anvisa

Vacina russa Sputnik VVacina russa Sputnik V - Foto: Andrej Isakovic/AFP

Em coletiva de imprensa concedida de forma remota nesta quarta-feira (14), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, reafirmou a expectativa pela chegada das primeiras doses da Sputnik V, imunizante contra a Covid-19 desenvolvido na Rússia.

"A gente continua confiante de ter, nos próximos dias, a data da chegada das vacinas", disse ele. 

O Estado adquiriu quatro milhões de doses desse imunizante, mas, no primeiro momento, receberá um lote suficiente para cobrir a imunização de 1% da população adulta entre 18 e 59 anos, o equivalente a cerca de 72 mil pessoas. 

Essa limitação na quantidade de doses é uma restrição imposta pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que aprovou a importação e aplicação da Sputnik V com algumas ressalvas.

Entre as exigências, está ainda a não aplicação em pessoas com comorbidades e nem em mulheres grávidas ou que tenham a pretensão de engravidar.  

A exportação está atrelada a algumas pendências junto à Anvisa. Quando autorizadas a virem para o Brasil, as vacinas deverão chegar por Pernambuco, onde serão armazenadas para os trâmites burocráticos junto à Anvisa e ao Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS). Só depois seguirão para os demais estados que também negociaram a compra desse imunizante. 

Coberura
De acordo com o titular da SES-PE, o Estado tem uma população de 7.224.272 de pessoas com idades acima de 18 anos elegíveis para tomar vacina contra a Covid-19.

Ele afirmou que a expectativa é que todos tenham recebido ao menos a primeira dose até 30 de setembro. Isso se não houver mudança na previsão de entrega de doses pelo Ministério da Saúde. 

"Caso haja antecipação nas entregas (pelo MS) ou se a gente conseguir a exportação plena de todas as doses da Sputnik, por exemplo, podemos conseguir antecipar essa previsão (de ter os maiores de 18 vacinados com a primeira dose) para a primeira quinzena de setembro ou mesmo final de agosto.”
 

Veja também

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife
Música

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake
Luto

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake