Vacina contra Covid

Pernambuco autoriza segunda dose de reforço para pessoas a partir dos 40 anos

A segunda dose de reforço pode ser administrada com os imunizantes da Astrazeneca, Janssen ou Pfizer. Já as gestantes e puérperas devem ser vacinadas com Pfizer ou, em caso de falta, com a Coronavac

Vacinação Vacinação  - Foto: Marconi Meireles/Folha de Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) anunciou, nesta segunda-feira (20), a autorização da aplicação da quarta dose (ou segunda dose de reforço) da vacina contra a Covid-19 nas pessoas a partir dos 40 anos de idade. 

A decisão segue a orientação do Ministério da Saúde divulgada nesta segunda, e foi tomada após reunião com os municípios pernambucanos integrantes da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e aprovação do Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação.

A segunda dose de reforço pode ser administrada com os imunizantes da Astrazeneca, Janssen ou Pfizer. Já as gestantes e puérperas devem ser vacinadas com Pfizer ou, em caso de falta, com a Coronavac.

“Como os estudos têm demonstrado, há uma necessidade de adequação do esquema vacinal devido à redução da efetividade das vacinas com o tempo. Diante do cenário ainda incerto da pandemia da Covid-19 e o aumento no número de casos graves e óbitos em outros estados brasileiros, é fundamental avançar no segundo reforço da população, agora nas pessoas com 40 anos ou mais”, ressalta a Superintendente de Imunizações de Pernambuco, Ana Catarina de Melo. 

 

A fim de ter estratégias robustas contra a Covid-19, a Secretaria de Saúde do Estado afirmou que tem enviado remessas das vacinas de acordo com as necessidades de cada município. “O Estado tem ampliado gradativamente a aplicação das segundas doses de reforço na população de acordo com a faixa etária. Os municípios precisam, então, rever os locais de vacinação para garantir que a população elegível tenha, de fato, acesso à vacina”, alerta Ana Catarina. 

Reforço da Janssen

Nesta segunda-feira (20),  Ministério da Saúde (MS) divulgou a autorização da segunda dose de reforço para as pessoas que se imunizaram com a Janssen. Seguindo a orientação, a Secretaria Estadual de Saúde pactuou com os municípios em CIB ajustes vacinais em pessoas que fizeram o esquema primário da vacinação contra a Covid-19 com o imunizante.

O grupo composto de pessoas de 18 a 39 anos que tomou a dose única do fabricante e o reforço com o mesmo imunizante precisará tomar mais uma dose de reforço da vacina.  Já as pessoas com mais de 40 anos, precisam tomar duas doses de reforço.

“Até então, essas pessoas tomavam a dose única com uma dose de reforço. Agora, com os estudos demonstrando a redução da efetividade da vacina, será necessário fazer mais um reforço. Agora, o esquema vacinal da Janssen se equipara ao esquema da Astrazeneca, já que as duas têm a mesma tecnologia, a de vetor viral”, explica Ana Catarina de Melo. 

A Secretaria reforça a importância do ajuste vacinal nesse público para garantir maior proteção contra o novo coronavírus. “Os municípios devem fazer a busca ativa dos indivíduos que fizeram a Janssen como esquema primário e convocar esses munícipes para adequar o esquema vacinal”, finaliza.

Veja também

Trump diz que sua casa na Flórida foi alvo de buscas do FBI
EUA

Trump diz que sua casa na Flórida foi alvo de buscas do FBI

Cônsul alemão suspeito de matar o marido continua preso no Rio
Rio de Janeiro

Cônsul alemão suspeito de matar o marido continua preso no Rio