A-A+

Pernambuco confirma primeira morte por gripe este ano

Homem de cerca de 50 anos morador de Petrolina, no Sertão, teve morte por influenza A não subtipada confirmada

Campanha Nacional de Vacinação contra a InfluenzaCampanha Nacional de Vacinação contra a Influenza - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou, em balanço divulgado nesta sexta-feira (3), a primeira morte por gripe no Estado este ano. Segundo a pasta, um homem de cerca de 50 anos residente em Petrolina, no Sertão pernambucano, morreu em fevereiro por influenza A não subtipada - quando o exame laboratorial não detecta o subtipo da doença. O óbito de uma estudante de Medicina de uma universidade privada do Recife possivelmente por influenza A(H1N1) segue em investigação.

O boletim aponta ainda que dos 894 casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag) contabilizados até o último dia 13 de abril, nove tiveram resultado positivo para influenza B, um para influenza A(H1N1) e uma para influenza A não subtipada. Do total de casos, 790 (88,4%) foram registrados em crianças menores de 6 anos.

Leia também:
Dia D convoca 2 milhões para vacinação contra a gripe
Casos graves de gripe sobem 264% em Pernambuco


Os dados mostram que a quantidade de casos de Srag aumentou 144,3% no Estado quando o período é comparado com o equivalente de 2018. No ano passado, foram registrados 366 casos, dos quais 37 positivaram para influenza A(H1N1) e 18 para influenza A(H3N2).

Campanha de Vacinação
Os casos de Srag alertam para a necessidade de imunização da população, no contexto da Campanha Nacional de Vacinação. O Dia D da ação ocorre neste sábado (4), em todo o País. Em Pernambuco, a abertura oficial ocorrerá na Upinha de Jardim São Paulo, na Zona Oeste do Recife, com a presença dos secretários de Saúde do Estado e do Recife, André Longo e Jailson Correia, respectivamente.

Os dados atualizados da SES-PE mostram que 628.799 indivíduos foram imunizados, cerca de 23,7% dos incluídos nos grupos prioritários. Com a procura ainda baixa, as autoridades convocam os pouco mais de 2 milhões de pernambucanos que ainda precisam ser imunizados.

Veja também

Confira setores em que serão mantidas as atuais regras do Plano de Convivência com a Covid
Pernambuco

Confira setores em que serão mantidas as atuais regras do Plano de Convivência com a Covid

Falta de progressos com Irã frustra Ocidente
ONU

Falta de progressos com Irã frustra Ocidente