Doença

Pernambuco notifica mais dois casos suspeitos de hepatite aguda grave desconhecida

Novos casos são de uma adolescente de 12 anos e uma criança de um ano

Testagem de hepatiteTestagem de hepatite - Foto: Miva Filho/SES PE

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou, nesta quinta-feira (26), a notificação ao Ministério da Saúde (MS) de mais dois casos em investigação de hepatite aguda grave de origem desconhecida. Agora, Pernambuco totaliza oito notificações da doença, sendo um já descartado e outros sete em investigação.

O primeiro novo caso é de uma adolescente do sexo feminino, de 12 anos de idade, com comorbidades (anemia falciforme), residente de Nazaré da Mata. A jovem deu entrada no dia 3 de maio, na Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope), com dor abdominal, icterícia e febre.

A jovem foi acompanhada pela equipe multiprofissional do serviço e já recebeu alta hospitalar. A outra ocorrência é de uma criança do sexo feminino, um ano de idade, residente do Recife, que foi internada no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), na  segunda-feira (23). Desde então , apresentou quadro de vômito, diarreia, icterícia, febre, entre outros sintomas. A paciente segue internada na unidade.

De acordo com a SES-PE, o apoio técnico vem sendo prestado aos serviços hospitalares, na realização de exames complementares para a análise em laboratório das hepatites virais, agentes possivelmente relacionados a este tipo de hepatite e outras doenças, assim como nas investigações epidemiológicas realizadas pelos municípios de residência dos pacientes.

Ainda segundo a SES-PE, o Estado também segue em contato com toda a rede de saúde e especialistas na área para monitoramento das ocorrências e aguarda novas atualizações por parte do Ministério da Saúde (MS).

Veja também

Pernambuco abre seleção com 46 vagas para professores do Pronatec prisional; salário é de R$ 3,9 mil
Concursos e Empregos

Pernambuco abre seleção com 46 vagas para professores do Pronatec prisional; salário é de R$ 3,9 mil

Polícia indicia madrasta por envenenar enteados; perícia diz que ela tentou apagar rastro em celular
RIO DE JANEIRO

Polícia indicia madrasta por envenenar enteados; perícia diz que ela tentou apagar rastro em celular