Pernambuco notifica terceira morte este ano suspeita por arbovirose

SES agora investiga o óbito de um adolescente de Ribeirão

Aedes aegypti Aedes aegypti  - Foto: Rafael nedder meyer/Fotopress

O terceiro caso suspeito de morte por arboviroses no ano em Pernambuco foi notificado em Ribeirão, na Mata Sul. O paciente é do sexo masculino e tinha 15 anos. A data do óbito foi o último dia 10. A informação de mais uma morte possivelmente relacionada à dengue, chikungunya ou zika foi divulgado nesta sexta-feira (16), no boletim semanal da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que considera os dados até o dia 10 de fevereiro.

Leia também:
Criança morre com suspeita de arbovirose no Sertão de PE
Pernambuco tem primeira morte suspeita por arbovirose de 2018
Risco de arboviroses cresce com as chuvas

Além desse adolescente, estão sob investigação a morte de uma mulher, de 39 anos, natural de Moreno, que faleceu em 26 de janeiro, e a de um bebê, de 1 ano, de Iguaracy, que morreu no dai 31 do mesmo mês. Com relação às suspeitas de adoecimento por arboviroses, o volume de notificações já ultrapassou a marca dos mil casos. Foram 854 de dengue, 206 de chikungunya e 31 de zika.

Macacos
Além da vigilância de arboviroses, o monitoramento da febre amarela através da mortalidade de primatas não humanos identificou este ano 15 ocorrências (epizootias) em 13 municípios, envolvendo 24 óbitos de macacos. Esses animais foram encontrados mortos e notificados aos órgãos ambientais e de vigilância (municipais e estaduais). Até o momento, nenhum caso envolvendo macacos em Pernambuco foi diagnosticado com febre amarela. Mas nesta sexta-feira, foi confirmado o primeiro caso de febre amarela em Pernambuco após 90 anos - o paciente, porém, adquiriu o vírus em São Paulo.



Veja também

Twitter, Facebook e Google defendem proteção aos usuários no Senado dos EUA
Internet

Twitter, Facebook e Google defendem proteção aos usuários no Senado dos EUA

Pernambuco registra 807 novos casos e 12 mortes nas últimas 24 horas
Coronavírus

Pernambuco registra 807 novos casos e 12 mortes nas últimas 24 horas