Coronavírus

Pernambuco prorroga suspensão de cirurgias eletivas até 6 de junho

Suspensão é para procedimentos eletivos que demandem internação hospitalar, aqueles agendados previamente, ou seja, não urgentes

Leito de UTI no Hospital Miguel ArraesLeito de UTI no Hospital Miguel Arraes - Foto: Divulgação

Pernambuco anunciou mais uma prorrogação da suspensão das cirurgias eletivas nas redes pública e privada. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o novo prazo é 6 de junho - até então, a suspensão era válida até o último domingo (23).

A SES-PE ressalta que a suspensão é para procedimentos eletivos que demandem internação hospitalar, aqueles agendados previamente, ou seja, não urgentes, mas que podem ser adiados sem prejuízo à saúde do paciente.

O objetivo da medida, publicada em portaria no Diário Oficial da terça-feira (25), é evitar sobrecarga nos sistemas de saúde e destinar maior número de  profissionais, leitos e insumos médico-hospitalares para o atendimento de pessoas diagnosticadas, ou com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Dessa forma, continuam mantidas as cirurgias eletivas inadiáveis, como as oncológicas, cardíacas, transplantes e procedimentos que possam causar dano permanente ao paciente em caso de adiamento, além das cirurgias ambulatoriais que não demandam internamento hospitalar.

Também permanece mantido o funcionamento das unidades de consultórios, clínicas, laboratórios e hospitais com a realização de consultas, procedimentos diagnósticos e terapêuticos ambulatoriais, além dos serviços de urgência e emergência.

"A SES-PE reforça que os servidores que atuam nessas cirurgias eletivas e foram realocados para outras áreas da assistência hospitalar ou teletrabalho serão mantidos nessas funções", informou a pasta.

Veja também

Petro substitui questionado comandante do Exército colombiano
Exército colombiano

Petro substitui questionado comandante do Exército colombiano

Irã pediu ajuda aos EUA após acidente que matou Raisi
Ajuda

Irã pediu ajuda aos EUA após acidente que matou Raisi

Newsletter