Pandemia

Pernambuco recebe mais 200 mil doses de vacina contra Covid para a segunda dose de reforço

Até esse domingo (31), só 31,8% do público apto para a quarta dose estava em dia com a vacina

Doses de vacina da Astrazeneca/Fiocruz contra a Covid-19Doses de vacina da Astrazeneca/Fiocruz contra a Covid-19 - Foto: Divulgação/Prefeitura do Recife

Pernambuco recebeu, nesta segunda-feira (1), mais 200 mil doses de vacina contra a Covid-19. Os imunizantes da Astrazeneca/Fiocruz foram recebidos pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI-PE) deverão ser utilizados para aplicação de segundas doses (ou 4ª dose) de reforço no público formado por quem tem 40 anos ou mais.

“O PNI Pernambuco está trabalhando com o envio semanal de remessas de vacinas para os municípios. A partir dos quantitativos solicitados pelos gestores das cidades, viabilizamos esta destinação para que deem andamento as suas estratégias", afirma a superintendente de Imunizações do Estado, Ana Catarina de Melo.

Ana Catarina chama atenção para a necessidade da aplicação da segunda dose de reforço. Segundo ela, até esse domingo (31), apenas 31,8% do público apto estava em dia com a segunda dose de reforço. "O vírus da Covid-19 continua circulando e ter uma baixa cobertura para imunização possibilita o surgimento de bolsões de pessoas suscetíveis ao adoecimento e retarda o desaparecimento do vírus”, afirma.

Segundo o Governo de Pernambuco, do início da campanha , em 18 de janeiro de 2021, até o momento, Pernambuco já recebeu 24.406.637 doses de vacinas contra a Covid-19. Já o total de doses aplicadas foi de 21.440.803.

Com relação às primeiras doses, foram 8.386.891 aplicações (cobertura de 92,89%). Do total, 7.633.074 pernambucanos (84,54%) já completaram seus esquemas vacinais.

Em relação às primeiras doses de reforços (terceira dose), já foram aplicadas 4.385.279 (cobertura de 57,01%). Também já foram aplicadas 990.854 segundas doses de reforço

Veja também

Após início da nova etapa de triplicação, motoristas enfrentam trânsito intenso na BR-232
Recife

Após início da nova etapa de triplicação, motoristas enfrentam trânsito intenso na BR-232

Perícia usou DNA para identificar parte das vítimas da tragédia de Petrópolis
Petrópolis

Perícia usou DNA para identificar parte das vítimas da tragédia de Petrópolis