Pernambuco registra queda na poluição atmosférica durante pandemia

Concentração do poluente atmosférico NO2 reduziu no complexo de Suape e são esperadas quedas nas emissões de CO2 e outros gases de efeito estufa pela menor circulação de veículos

Complexo de Suape apresentou uma redução na emissão de gases poluentes Complexo de Suape apresentou uma redução na emissão de gases poluentes  - Foto: Rafa Medeiros

As emissões de gases poluentes apresentaram uma queda no período de combate a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Até esta quarta-feira, estudos realizados em conjunto pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e pela Agência CPRH registram uma queda de 15% nos níveis de Dióxido de Nitrogênio (NO2) no Complexo Industrial Portuário de Suape e apontam uma diminuição significativa das emissões de compostos originários da queima de combustível fóssil.

Apesar da redução, os técnicos dos órgãos alertam que ainda é cedo para se falar que a diminuição dos níveis de NO2 irá impactar nas emissões anuais de Gases do Efeito Estufa (GEE) em Pernambuco. A queda do dióxido de nitrogênio foi captada através das estações de monitoramento do ar instaladas em diferentes pontos do complexo portuário. O composto é um dos principais poluentes atmosféricos gerados a partir da atividade industrial.

Leia também:
Emissões de gases podem elevar temperatura em 3 graus
Governo diz que testará remédio contra coronavírus com 94% de eficácia em laboratório
Medidas contra coronavírus reduziram poluição e salvaram 50 mil na China, diz pesquisador


Os estudos observaram ainda uma possível diminuição expressiva na dispersão de CO2 e outros GEE no setor de transporte, acompanhando tendência semelhante ocorrida em outros países. A constatação se deu por conta da redução de cerca de 25% das viagens do sistema rodoviário na Região Metropolitana do Recife (RMR), conforme dados da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh).

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, os números de redução de emissão de Gases de Efeito Estufa irão apresentar resultados, momentâneos, mas com um impacto menor. “As principais fontes de emissão do Estado são o volume de resíduos sólidos coletados e enviados aos aterros sanitários, seguido pela fermentação entérica dos animais criados na pecuária. Apesar de se esperar redução de emissões por conta da diminuição da atividade econômica, o cenário precisa ser analisado com profundidade. Sabemos que após crises financeiras, há uma tendência de subida rápida nas emissões, por isso, continuamos a direcionar nossos esforços na construção do desenvolvimento sustentável”, disse Bertotti.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Troca de placas interdita faixas nas Mascarenhas por 45 dias
Recuperação

Troca de placas interdita faixas nas Mascarenhas por 45 dias

Chuvas de meteoros podem ser avistadas nas próximas madrugadas
ESPETÁCULO

Chuvas de meteoros podem ser avistadas nas próximas madrugadas