A-A+

Coronavírus

Pernambuco registra terceira semana seguida de aumento de notificações de casos graves de Covid-19

Indicador engloba casos suspeitos e confirmados da doença

Teste contra covid-19Teste contra covid-19 - Foto: Richardson Martins/Secretaria de Saúde do Recife

Pela terceira semana consecutiva, Pernambuco registrou aumento na notificação de casos graves de Covid-19. Na semana epidemiológica 37 de 2021, período de 12 a 18 de setembro, o Estado teve 514 casos - o indicador engloba casos suspeitos e confirmados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), aqueles considerados graves da doença. Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) argumentou que, na última semana, apesar desse aumento nos casos graves, a ocupação de leitos se manteve estável e, além disso, as solicitações de vagas de UTI apresentaram redução.

Na semana anterior, a 36, período de 5 a 11 de setembro, foram 480 notificações. Já na semana 35, de 29 de agosto a 4 de setembro, foram 384 registros. E na semana 34, de 22 a 28 de agosto, 376.

O índice da semana 37 é o mais alto registrado desde a semana 30, entre 25 e 31 de julho, quando a SES-PE recebeu 508 notificações. 

Apesar da tendência recente de aceleração, os índices permanecem abaixo do pico de casos graves da Covid-19 no Estado, notificado na semana epidemiológica 17 de 2020, de 19 a 25 de abril, que foi de 3.397 casos. Em 2021, o recorde foi de 2.007 casos, na semana 20, de 23 a 29 de maio.

Por meio de nota enviada à reportagem, a SES-PE informou que a análise do cenário epidemiológico da Covid-19 em Pernambuco é feita com base em uma série de indicadores e não apenas de forma isolada, além de reiterar a estabilidade na ocupação de leitos e redução nas solicitações por vagas de UTI. 

"O Estado também continua com uma baixa positividade geral para a Covid-19, com a taxa oscilando entre 8% e 6%. Estes dados reforçam a circulação de outros vírus e agentes infecciosos com repercussão respiratória em Pernambuco", acrescentou a secretaria.

"Por fim, a SES-PE destaca que a pandemia ainda não acabou e o caminho para continuar reduzindo os indicadores e para avançar na retomada das atividades é a vacinação completa, com duas doses, e a manutenção do cuidado, com o uso correto da máscara, o distanciamento físico e o cumprimento dos protocolos", finalizou a pasta.

Desde o início da pandemia, Pernambuco teve 53.784 casos graves de Covid-19 registrados. Desse total, a maioria, 10.432, foram na faixa etária de 50 a 59 anos. Em seguida, a faixa de 60 a 69 anos, com 9.470 registros. 

Em idosos de 70 a 79 anos, houve 8.310 casos. A parcela de 80 anos e mais representa 6.774 casos. Seguem as faixas 40 a 49 anos, com 8.762 casos; 30 a 39 anos, com 6.366 casos; 20 a 29 anos, com 2.462 casos; 0 a 9 anos, com 793 casos; e 10 a 19 anos, com 415 casos. 

Do total de casos graves confirmados, 19.612 evoluíram para óbito e 32.312 estão recuperados. Atualmente, 664 permanecem em isolamento domiciliar e outros 1.196 estão internados em hospitais, dos quais 969 em enfermaria e 227 em leitos de terapia intensiva. 

Ao todo, Pernambuco contabiliza 615.672 casos confirmados do coronavírus.

Vacinação
Pernambuco aplicou 9.235.854 doses de vacinas contra a Covid-19 na sua população, desde o início da campanha de imunização no Estado, em de janeiro de 2021.

Com relação às primeiras doses, segundo a SES-PE, foram 6.138.399 aplicações, uma cobertura de 73,85% da população elegível, aquela a partir dos 12 anos de idade. 

Do total, 3.097.445 pernambucanos (37,27%) já completaram seus esquemas vacinais, sendo 2.924.464 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 172.991 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única.

Veja também

Homem é atacado por jacaré em lago de Campo Grande (MS)
Centro-oeste

Homem é atacado por jacaré em lago de Campo Grande (MS)

Show de dupla sertaneja é interrompido após palco pegar fogo em SP
Susto

Show de dupla sertaneja é interrompido após palco pegar fogo em SP; assista