DOSE DE REFORÇO

Apenas 27% dos pernambucanos elegíveis para receber a dose de reforço foram vacinados

O percentual corresponde a 1.801.686 doses aplicadas

Campanha de vacinação em OlindaCampanha de vacinação em Olinda - Foto: Arquimedes Santos/PMO

A dose de reforço da vacina contra a Covid-19 foi aplicada em 27,28% da população pernambucana elegível para receber o imunizante. O percentual corresponde a 1.801.686 doses aplicadas. É o que mostra nesta quinta-feira (27) o Painel de Acompanhamento Vacinal disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). 

O monitoramento aponta que, até o momento, a faixa etária mais adepta a dose de reforço foi a com idade entre 18 a 59 anos, correspondente a 653.023 das doses aplicadas, cobertura de 16,43% da população com esta idade.

Em segundo lugar estão os idosos que possuem de 60 a 69 anos, que já receberam 425.545 doses de reforço, o que representa 62,78% de cobertura para esta faixa etária.
 

Já os idosos com 70 anos ou mais estão em terceiro lugar no ranking da faixa etária que mais recebeu o reforço. Até o momento, 424.364 pessoas com essa idade já finalizaram o esquema vacinal em Pernambuco, 73,83% de cobertura para este público. 

Os dados apontam ainda que 70,89% dos trabalhadores da saúde também já receberam o reforço vacinal, sendo 208.478 doses aplicadas nestes profissionais até o momento.

Em números gerais, Pernambuco já aplicou 15.707.210 doses das vacinas contra a Covid-19 até esta quinta-feira, cobertura de 84,66%. Destas, 7.393.347 correspondem a primeira dose, com cobertura de 96,11% da popução do Estado vacinada. Outras 6.339.076 pessoas receberam a segunda dose (82,41%); e 173.101 receberam a dose única (2,25%).

Segundo o secretário estadual de saúde, André Longo, a vacinação tem sido importante na diminuição de casos graves de Covid-19, principalmente neste momento em que a variante ômicron e a Influenza A H3N2 provocaram a procura por parte da população por centros de testagens, que precisaram ser ampliados para atender a alta demanda

Somente nesta quarta-feira (26), os dados do boletim de atualização dos casos de Covid-19 em Pernambuco, divulgado pela SES-PE, apontaram 4.722 infectados pela Covid-19 em 24 horas. Destes, 54 (1%) eram de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 4.668 (99%), leves.

Na busca por uma maior cobertura vacinal, a imunização segue sendo ampliada também para o público infantil. Nessa quarta, Pernambuco recebeu a primeira remessa de vacinas Coronavac/Butantan destinadas à aplicação em crianças de 6 a 11 anos. Com as novas 108.240 doses somadas as 87 mil doses da vacina pediátrica da Pfizer que chagram nessa terça, Pernambuco contemplará 15,4% do público infantil entre 5 e 11 anos.

"A expectativa é acelerar o processo de imunização do público infantil em Pernambuco, principalmente porque o intervalo da segunda dose da Coronavac se faz com 28 dias. Conseguiremos uma imunização mais precoce das nossas crianças", afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A superintendente de Imunizações de Pernambuco, Ana Catarina de Melo, reforça a necessidade de atenção por parte das equipes de saúde na aplicação das vacinas infantis. "Podem receber a vacina Coronavac as crianças de 6 a 11 anos, exceto as imunossuprimidas, que devem receber exclusivamente a vacina Pfizer. As crianças de 5 anos, por causa da idade, também só podem receber o imunizante da Pfizer", orienta Ana Catarina de Melo. 

Veja também

Vacinação itinerante contra a Covid-19 atenderá 25 locais do Recife nesta semana
Vacinação

Vacinação itinerante contra a Covid-19 atenderá 25 locais do Recife nesta semana

EUA investigam relação entre manteiga de amendoim e surto de salmonella
Infecção

EUA investigam relação entre manteiga de amendoim e surto de salmonella