A-A+

Com mordidas no corpo, golfinho é achado na praia do Pina

Animal, um macho jovem, foi encontrado por volta das 5h, nas proximidades da quadra de tênis localizada na orla

O golfinho foi encontrado com mordidas no corpoO golfinho foi encontrado com mordidas no corpo - Foto: Cortesia / Whatsapp

Com pelo menos três mordidas pelo corpo, um golfinho-rotador foi encontrado no início da manhã desta quarta-feira (5), na praia do Pina, na Zona Sul do Recife. Segundo testemunhas que acharam o animal, o golfinho foi visto ainda na água se debatendo e foi retirado, porém morreu instantes depois. O animal foi recolhido e encaminhado a um local isolado pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), segundo o técnico em ambiente Adriano Artoni. 

O golfinho, um macho jovem de cerca de 2 metros e 60 quilos, foi encontrado por volta das 5h, nas proximidades da quadra de tênis localizada na orla. A causa exata da morte não pôde ser apontada. "O dono do restaurante Pra Vocês, Samuel, estava andando na praia quando encontrou o golfinho se debatendo na água. Pelo tamanho das mordidas, parecem ser vários tubarões", relatou o advogado Juarez Kopte.

Leia também:
Número de golfinhos do Amazonas cai à metade a cada dez anos
Pesquisa avalia impacto dos visitantes sobre os golfinhos em Noronha

No corpo do golfinho, havia mordidas, possivelmente de tubarão, e cortes de objetos similares a uma navalha. No entanto, apesar das marcas, ressalta Artoni, o mamífero não é uma presa comum de tubarões. "Foi encontrado em decomposição. [O golfinho] veio pelas correntezas e encalhou na praia", disse Artoni.

O animal pode ter ficado preso em redes no oceano, o que deve ter facilitado o ataque dos tubarões. "Tubarão não ataca golfinhos, que são muito velozes. A não ser que o golfinho esteja doente", acrescentou Artoni. Ainda segundo ele, um outro golfinho foi encontrado morto na área na última segunda-feira (3).

Veja também

Curso aprofunda os negócios a partir da mesa posta
Negócios

Curso aprofunda os negócios a partir da mesa posta

PCR garante habitacional para famílias afetadas pela construção da ponte Jaime Gusmão
Habitação

PCR garante habitacional para famílias afetadas pela construção da ponte Jaime Gusmão